Publicidade

Cuiabá, Domingo 25/08/2019

Economia - A | + A

condições econômicas 12.06.2019 | 16h19

Pesquisa registra forte queda no número de famílias inadimplentes em Cuiabá

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), do mês de maio, divulgada pela Fecomércio-MT nesta quarta-feira (12), mostrou uma queda significativa de 27,9% na variação mensal do número de famílias que afirmaram que não terão condições de pagar dívidas contraídas de forma parcelada. Em números absolutos, a quantidade de famílias nesta situação saiu de 31.507 em abril, para 22.733 em maio.

 

Na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda é ainda maior, de 38,9%, quando pouco mais de 37 mil famílias afirmaram que teriam condições de quitá-las.

 

Leia também -  Casal aproveita data especial para vender rosas e custear viagem

 

No entanto, o índice geral da pesquisa, realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostrou que o endividamento apresentou o quarto aumento consecutivo e atingiu 62,8% das famílias em Cuiabá, aumento de 1,8 ponto percentual sobre o mês anterior e de 5 pontos percentuais sobre janeiro deste ano.

 

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, acredita na melhora das condições econômicas e de consumo por parte das famílias, mesmo que de forma ainda lenta. “É visível como o acesso ao crédito fomentou o consumo e o endividamento por parte das famílias. Além disso, as condições mais favoráveis de juros contribuíram para a manutenção e a sua capacidade de pagamento de contas em dia”.

 

O uso do cartão de crédito, como principal tipo de dívida das famílias, diminuiu sobre o mês anterior e corresponde a 68%. Já o uso dos carnês aumentou sobre o mês de abril e chegou a 38,1%. Em terceiro, aparece o financiamento de carros (9,3%) e, em quarto, crédito pessoal (8,1%).

 

O tempo que as famílias da capital passam comprometidas com dívida chegou a 8 meses. No mesmo período do ano passado, eram 7 meses nessa condição. Em relação a parcela da renda comprometida com dívida, houve queda na comparação com maio do ano passado, de 18,1% para 15,4% no índice geral, percentual bem abaixo do considerado aceitável pelos economistas, que é de 30%.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre a indicação de Eduardo Bolsonaro ao cargo de embaixador do Brasil nos EUA?

Parcial

Edição digital

Domingo, 25/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,27 1,45%

Algodão R$ 92,51 0,53%

Boi a Vista R$ 127,00 -0,09%

Soja Disponível R$ 75,20 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.