Cuiabá, Sábado 20/04/2019

Economia - A | + A

segurança e comodidade 05.02.2019 | 15h42

Voucher eletrônico para turistas será implantado em Nobres

Facebook Print google plus

Secom-MT

Secom-MT

Um Acordo de Cooperação Técnica firmado entre Governo do Estado e prefeitura de Nobres possibilitará a instalação do VoucherTur, um sistema voltado para administração das entradas e saídas dos atrativos turísticos da cidade.

 

O programa foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e servirá para controlar o fluxo dentro dos espaços, mantendo as regras de preservação ambiental, otimizando a arrecadação dos impostos e ainda servirá para obter informações estratégicas sobre o perfil dos visitantes.

 

Para o prefeito da cidade, Leocir Hanel, o sistema visa estimular o desenvolvimento do município, que definiu como principal atividade econômica o turismo. “ Fizemos várias missões em diferentes cidades turísticas e usamos Bonito (MS) como exemplo. Lá, eles atuam com apoio de um sistema e, assim, construíram uma política estratégica de fomento o setor”.

 

Outra vantagem do sistema vista pelo chefe do executivo municipal é o controle do uso correto dos espaços, já que os órgãos ambientais estipulam uma lotação máxima por atração. Quando este número é desrespeitado, perde o meio ambiente e perde o turista, que fica sem ter condições de apreciar o passeio com conforto.

 

A perspectiva da administração é começar a trabalhar com o sistema em 15 dias. O secretário de Turismo e Cultura do município, Daniel Martins da Cruz, explica que todos os operadores de Turismo serão cadastrados e apenas eles terão autorização para emitir o voucher.

 

No sistema, existe uma quantidade limite no estoque de vagas por atrativo e assim que é dado uma baixa, já são computados os valores destinados aos operadores, donos dos atrativos, guias turísticos e prefeitura.

 

Será obrigatória a apresentação do voucher para entrar nos locais e fiscais estarão constantemente acompanhando o fluxo para impedir quem queira burlar a regra.

 

Nobres 

Atualmente, o município tem 10 atrativos regulamentados e outros 6 prestes a serem liberados. De acordo com informações da prefeitura, há ainda a capacidade de regular outros 16 espaços, o que daria a cidade 32 atrações.

Todas as semanas, 2,1 mil turistas visitam a cidade, mas este é um número estimado, uma vez que não existe atualmente um método confiável de contagem.

 

O titular da Sedec, Cesar Miranda, explica que no acordo, o Governo ganha com o acesso as informações que são essenciais para o desenvolvimento do setor. Hoje, os dados são vagos e o objetivo do trabalho, desenvolvido pela secretaria-adjunta de Turismo. "A proposta é conseguir saber a idade média do turista, quantos locais ele vai, a origem dele, se vem com a família ou com amigos, se fica hospedado em Nobres ou em outros municípios, além de outras questões que podem delimitar políticas públicas".

 

Dentro das metas da secretaria-adjunta está ampliar o uso do sistema para todas as cidades que estejam dentro das 16 regiões turísticas de Mato Grosso, que foram definidas pelo Governo Federal.

 

 

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

O país reverencia suas figuras históricas?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/04/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,00 -1,35%

Algodão R$ 97,60 0,17%

Boi a Vista R$ 136,50 0,37%

Soja Disponível R$ 68,50 -1,44%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.