Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 23/08/2019

Esporte - A | + A

Pan 2019 10.08.2019 | 09h54

Aline Silva e a luta de vencer no esporte em que homens são maioria

Facebook Print google plus

Abelardo Mendes Jr./Divulgação Secretaria Esportes

Abelardo Mendes Jr./Divulgação Secretaria Esportes

Mais do que uma atleta de sucesso e medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos, o que se viu nas lutas de Aline Silva no wrestling foi uma mulher forte e bem sucedida.

 

“Isso é fruto da minha vida. Fui criada por uma mãe solteira, negra e que teve muita dificuldade para me criar”, lembra a brasileira.

 

A vida de luta de Aline começou ainda menina. Perto dos 11 anos, ela não ouvia muito Dona Lidia, a mãe dela, e ficava muito nas ruas da zona sul de São Paulo até que o esporte entrou em sua vida. “Só aprendia coisa errada na rua. O esporte me salvou e me trouxe para o caminho certo”.

 

Mas não pense que foi tão simples. Ela escolheu fazer judô e a família não a incentivou. “Quando comecei em um esporte de luta, eu não fui encorajada. Ao contrário, minha família falava: isso é esporte de homem, você vai virar mulher macho”, lamenta Aline.

 

Depois de ser a primeira brasileira com medalha em campeonato mundial, com três medalhas nos Pan-Americanos (duas pratas e um bronze), e uma participação nas Olimpíadas do Rio 2016, ela entrou em outra batalha: lutar pela igualdade de gênero e pelo fim do machismo.

 

“Eu só ganhei essa medalha para poder inspirar outros jovens, para poder mostrar um caminho que deu certo, porque o esporte ensina a vida. Se eu ganhar e ficar calada e não fizer  o que está ao meu alcance por todas as mulheres do Brasil, não me serviu de nada”, garante a brasileira.

 

Aline reconhece que escolheu um esporte muito voltado para o homens. O wrestling é dividido em duas modalidades: luta greco-romana e luta livre, 12 categorias são masculinas e apenas a metade é feminina.

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual seria o maior avanço da ciência?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 23/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,80 1,46%

Algodão R$ 92,23 0,03%

Boi a Vista R$ 131,64 -1,27%

Soja Disponível R$ 66,00 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.