Cuiabá, Sábado 22/09/2018

Esporte - A | + A

14.08.2017 | 18h00

Com Corinthians-Guarulhos garantido, Serginho pede Superliga forte e equilibrada

Facebook Print google plus

Um projeto iniciado há pouco mais de dois meses que já começou a render bons frutos, com a expectativa de mais alegrias no futuro. Assim o líbero Serginho define o Corinthians-Guarulhos, time de vôlei masculino que neste final de semana conquistou uma vaga na próxima edição da Superliga com a conquista do título da Taça Ouro, disputada no Rio. Junto com o técnico Alexandre Stanzioni, o duas vezes medalhista olímpico de ouro (Atenas-2004 e Rio-2016) se mostrou muito feliz com as primeiras vitórias.

'Esse é só o começo da história. Agora vem o Campeonato Paulista e isso nos dá muita motivação, nos dá mais confiança para a gente seguir sabendo que vamos forte e se deixar a gente chegar podemos beliscar o Paulista também‘, disse um animado Serginho, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira em Guarulhos (SP), lembrando do que vem pela frente para a equipe.

Apesar da felicidade com a vaga na Superliga, Serginho fez questão de ressaltar a tristeza em ver duas grandes equipes fora da elite do vôlei. ‘Fico muito triste de ver times como Botafogo e Castro fora da Superliga. Eu como atleta de voleibol, como alguém que quer o melhor para o voleibol, é muito triste, como se nós ficássemos de fora também seria. Eles têm grandes jogadores, medalhistas olímpicos, com estruturas boas e ficar de fora não é bom para o voleibol. Não é por que o Corinthians-Guarulhos entrou na Superliga que tudo bem, temos que pensar no voleibol como um todo. Queremos uma Superliga forte e equilibrada. Graças a Deus estamos nela e só tenho de agradecer a confiança de todos que estão envolvidos no projeto. Que a CBV reveja isso para que o nosso vôlei fique mais forte, o campeonato mais competitivo‘, alertou.

Outro jogador experiente no elenco é o central Sidão. Depois de 11 meses parado, ele voltou a treinar com o grupo há quase 15 dias, mas não disputou a Taça Ouro por causa de dores no ombro. O jogador disse que foi uma experiência diferente torcer na arquibancada no Rio.

‘Foi muito difícil estar do lado de fora. Recebi uma mensagem do Alê (treinador) que ele queria que eu estivesse no Rio de Janeiro, que ele confia em mim, queria que eu passasse experiência para a rapaziada. Eu fiquei muito feliz por isso. Eu como atleta quero estar com o time, quanto mais eu vivenciar isso com eles, melhor para mim. Foi muito ruim ficar de fora e gratificante de ver a energia deles e a vontade. Eu vibrei, torci, fiquei com dor de estômago, foi uma experiência nova. Contando os minutos para estar em quadra novamente‘, afirmou.

Com pouco tempo de descanso, os atletas do Corinthians-Guarulhos voltam às atividades já nesta terça-feira visando a estreia no Campeonato Paulista, que será nesta sexta, às 20 horas, contra o CLIMED/Atibaia, em Atibaia (SP). 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Que importância tem o candidato a vice?

Parcial

Edição digital

Sábado, 22/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.350 -0.890

Algodão R$ 99.560 -0.310

Boi a Vista R$ 121.000 0.000

Soja Disponível R$ 69.000 1.470

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.