Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Esporte - A | + A

12.05.2018 | 16h00

Lasmar garante que resultados dos exames de Neymar 'foram os melhores possíveis'

Facebook Print google plus

Depois de Neymar realizar novos exames de imagem nesse sábado, em Paris, e ser liberado para as atividades de campo, o médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Lasmar, avaliou com otimismo a situação do astro do Paris Saint-Germain. Para ele, os resultados foram os ‘melhores possíveis‘.

Reprodução

O exame foi realizado nas dependências do PSG, também com a presença da equipe médica do clube. ‘O exame foi muito bom. Os resultados foram os melhores possíveis no tempo de 10 semanas pós cirurgia. A partir de hoje (sábado) ele foi liberado para começar os trabalhos de campo, e já começou‘, informou Lasmar ao Estado. ‘Saiu do hospital e foi para o CT do PSG. Já começou os trabalhos físicos no campo, se adaptando aos impactos e solicitações maiores, aos trabalhos de equilíbrio.‘

A expectativa de Lasmar é de que Neymar aumente de forma progressiva a carga de trabalho no campo, algo que ele não vinha fazendo até a sexta-feira. ‘Dentro dessa evolução, queremos que ele esteja na próxima semana conosco na Granja Comary, já treinando com bola junto com os jogadores‘, explicou, ainda mantendo a prudência: ‘De agora até a Copa do Mundo, temos algumas semanas e elas serão muito importantes para que o trabalho físico seja intensificado. A resposta que o jogador vai nos dar é diária. Isso precisa ser acompanhado de uma maneira bem próxima‘.

Embora Neymar não vá participar dos dois jogos finais do PSG na temporada - o primeiro é nesse sábado -, a previsão é de que ele esteja em plena forma física na abertura da Copa do Mundo da Rússia, em 14 de junho. Até lá, o atacante deverá participar dos jogos amistosos contra a Croácia, em 3 de junho, e contra a Áustria, no dia 10 do mesmo mês. ‘Hoje ele tem uma liberação médica para já começar a trabalhar no campo porque temos uma total segurança de que a fratura está muito bem‘, reiterou.

Lasmar disse ainda que já informou a comissão técnica sobre a evolução do quadro, inclusive com um relatório dos trabalhos de campo. ‘Nós já avisamos o Tite de sua situação, da evolução que ele vem tendo, do resultado dos exames e dos primeiros trabalhos de campo que ele fez e deu uma resposta muito positiva‘, assegurou.

Depois de fazer a cirurgia e se recuperar no Brasil, Neymar retornou no final da semana passada a Paris. E a sua ausência no clube foi motivo de controvérsia. Enquanto a diretoria manifestou apoio à permanência do craque em solo brasileiro, parte da torcida e dos comentaristas esportivos da França protestou contra seus supostos privilégios.

O astro também continua no olho do furacão da próxima janela de transferências. Nesse sábado, três jornais esportivos espanhóis voltaram a afirmar que Neymar negocia com o Real Madrid para retornar ao futebol espanhol.

Coincidência ou não, ele publicou em seu Twitter uma foto com a nova camisa do PSG para a temporada 2018-2019, com uma mensagem que dá a entender que ele permanecerá em Paris. ‘Orgulhoso de usar a nova camisa e continuar dando alegria a todos‘, afirmou em português e em inglês. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,30 0,95%

Algodão R$ 115,18 1,08%

Boi a Vista R$ 132,50 0,11%

Soja Disponível R$ 76,00 0,93%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.