Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 24/06/2019

Esporte - A | + A

para reforçar elenco 28.12.2018 | 15h00

Palmeiras é o clube que mais tem investido em contratações para 2019

Facebook Print google plus

Fernando Dantas

Fernando Dantas

Campeão brasileiro de 2018, o Palmeiras até o momento é o recordista em gastos para reforçar seu elenco para a próxima temporada. A obsessão pela Copa Libertadores e pelo Mundial de Clubes no final do ano tem exigido bastante dos cofres do clube: quase R$ 64 milhões em contratações.

 

Apesar de já contar com um dos elencos mais badalados do país, a diretoria do Palmeiras tem buscado suprir carências no elenco comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari e se precaver de eventuais saídas de jogadores importantes.

 

O Palmeiras — com o apoio da Crefisa, empresa responsável pelo aporte financeiro do clube — já desembolsou R$ 63,7 milhões em jogadores para reforçar o elenco para 2019.

 

Até o momento, foram anunciados os atacantes Carlos Eduardo, vindo do Pyramids, do Egito, por R$ 25,2 milhões, e Arthur Cabral, ex-Ceará, por R$ 5 milhões, o meia Zé Rafael, destaque do Bahia, por R$ 18 milhões e o volante Matheus Fernandes, revelação do Botafogo, por R$ 15,5 milhões. 

 

Entre os grandes paulistas, Corinthians e São Paulo também foram atrás de novos jogadores para fortalecer a equipe, mas mexeram bem menos nos respectivos cofres. Os gestores têm quebrado a cabeça para superar a escassez de recursos, especialmente os corintianos.

 

Corinthians

 

O time alvinegro repatriou o técnico Fábio Carille, que havia deixado a equipe no meio do ano, após sucumbir aos caminhões de dinheiro do futebol árabe. No entanto, o treinador parece não ter se adaptado bem ao novo clube. Sentiu saudades e voltou. Assim, o Corinthians terá que arcar com o valor da rescisão contratual de Carille (R$ 2,7 milhões).

 

Por outro lado, a diretoria corintiana conseguiu garimpar bem no mercado e levou para o Parque São Jorge atletas de bom nível técnico sem envolver dinheiro nos negócios. Foram os casos dos volantes Ramiro (ex-Grêmio), Richard (ex-Fluminense) e do atacante André Luis (ex-Ponte Preta). Todos foram contratados por meio de acordos fechados sem envolver dinheiro.

 

São Paulo

 

O São Paulo gastou R$ 29,5 milhões nas compras de Natal. No entanto, a maior parte desse valor (R$ 26,5 milhões), foi utilizada para tirar o atacante Pablo do Athletico Paranaense. Os R$ 3 milhões restantes foram gastos na aquisição do lateral-esquerdo Léo Pelé. O Tricolor do Morumbi também acertou a vinda do goleiro Tiago Volpi por empréstimo de um ano. O jogador, que se destacou no Figueirense, estava no Querétaro, do México.

 

Santos

 

O Santos é o paulista que menos novidades apresentou aos torcedores até o momento. A grande contratação não irá entrar em campo. O time trouxe o técnico argentino Jorge Sampaoli. Talvez por isso, a diretoria santista ainda não tenha ido às compras. Provavelmente, irá aguardar a palavra do novo treinador para reforçar o time em busca de títulos na próxima temporada.

 

O presidente do clube, José Carlos Peres, disse recentemente que poderia se esforçar para tirar o meia Jorge Valdivia, do Colo-Colo, caso Sampaoli peça a contratação. O jogador foi um dos homens de confiança do treinador na seleção chilena que conquistou a Copa América de 2015.

 

Entre as baixas, o time perdeu o atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, artilheiro do Brasileirão 2018 com 18 gols. O jogador teve o período de empréstimo junto à Inter de Milão encerrado no final do ano e já se despediu dos torcedores. De alegrias, ao menos conseguiu manter o goleiro Vanderlei. Ídolo da torcida santista, o goleiro chegou a ser assediado pelo São Paulo.

 

Cariocas

 

No Rio de Janeiro, o Vasco anunciou um pacote de reforços nesta quinta-feira (27). Primeiro, o atacante Ribamar, de 21 anos, que foi revelado pelo Botafogo e estava no futebol do exterior. Também chegaram Bruno César (Sporting-POR), Danilo Barcelos (ex-Ponte Preta), Claudio Winck (ex-Sport) e Raul Cáceres (ex-Cerro Porteño-PAR). Todos chegam a custo zero para a diretoria do time cruzmaltino, que enfrenta sérios problemas financeiros e um período de instabilidade política.

 

O Botafogo contratou o goleiro Diego Cavalieri, revelado pelo Palmeiras, com passagens por Liverpool, seleção brasileira e que chegou a ser ídolo do Fluminense. O veterano, de 36 anos, deverá ser o reserva de Gatito Fernandes.

 

O clube da Estrela Solitária também acertou com o meio-campista Gustavo Ferrareis, de 22 anos, que teve bom desempenho com a camisa do Figueirense na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Ambos não geraram custos para a diretoria do clube carioca.

 

Outro reforço foi o volante Alan Santos, emprestado pelo Tigre, do México, por uma temporada. O jogador tem passagem por Santos e Coritiba.  

 

O Flamengo, vice-campeão brasileiro em 2018, ainda não anunciou contratações. O clube rubro-negro elegeu recentemente um novo presidente. Rodolfo Landim derrotou o candidato da situação, Ricardo Lomba, e comandará o Fla no triênio 2019/20/21. Por enquanto, a novidade no Fla é a chegada do técnico Abel Braga.

 

O Fluminense tem como novidade a contratação do técnico Fernando Diniz, vice-campeão paulista de 2016 com o Osasco Audax e com passagem recente pelo Athletico Paranaense. Apontado por alguns críticos como um profissional com estilo diferenciado, Diniz terá a difícil missão de colocar um clube com sérios problemas financeiros em condições de conquistar títulos.

 

Eixo Sul-Minas

 

Os gaúchos também se mostraram pouco ativos em relação a contratações desde o encerramento do Brasileirão. Internacional e Grêmio, terceiro e quarto colocados do campeonato, respectivamente, seguem trabalhando nos bastidores por reforços, mas nada foi confirmado até agora.

 

O Grêmio quase perdeu o atacante Luan, mas o jogador deverá permanecer no time tricolor gaúcho. O Inter, que não terá o centroavante Leandro Damião no ano que vem, também ainda não concluiu nenhum negócio.

Situação semelhante é verificada em Minas Gerais. O Cruzeiro, atual campeão da Copa do Brasil, entrou no páreo pelo gremista Luan, mas não conseguiu levar o atacante para a Toca da Raposa na principal negociação divulgada pela diretoria. O clube celeste ainda trabalha para manter o meia Thiago Neves, um dos grandes protagonistas da equipe.

 

No Atlético Mineiro, a novidade foi o anúncio do retorno de Réver, zagueiro e capitão do time campeão da Copa do Brasil e da Libertadores de 2013. A diretoria atleticana também tenta manter o atacante colombiano Chará na equipe para a temporada do ano que vem. O time está na chamada pré-Libertadores.

 

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Enquete

O que você pensa sobre a recuperação dos canteiros por onde deveria passar o VLT?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 24/06/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,70 1,11%

Algodão R$ 90,83 0,14%

Boi a Vista R$ 129,33 0,00%

Soja Disponível R$ 67,60 -0,29%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.