Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Esporte - A | + A

08.12.2005 | 03h00

Problema no coração leva Clóvis abreviar carreira

Facebook Print google plus

A morte do zagueiro Serginho, do São Caetano, há um ano atrás, de certa forma, contribuiu para o futebol brasileiro. Só após a trágica morte em plena partida pelo Campeonato Brasileiro de 2004 entre o time do ABC e o São Paulo, no Morumbi, é que os clubes se atentaram à necessidade de submeter os seus jogadores a rigosoros exames médicos.

E por causa dessa obrigatoriedade nos departamento médicos, talvez, o atacante Clóvis, revelado pelo Barra do Garças em 1989 e com passagem pelo Guarani, Corinthians, Vasco da Gama, Grêmio e Benfica de Portugal, ainda está vivo.

Apesar de ter passado e se destacado nos grandes clubes brasileiros e até na Europa, o artilheiro só no início deste ano foi descobrir que é portador de problema cardíaco - hereditário - quando foi submetido a exames médicos na Caldense, clube da primeira divisão do futebol mineiro. Com 35 anos, Clóvis foi obrigado a encerrar a carreira sem nenhuma grande festa de despedida como ex-atacantes consagrados como ele.

"Para vocês da imprensa verem, num clube tido como pequeno no Brasil que fiquei sabendo do problema cardíaco que eu carreguei por quase 15 anos de carreira. Antes, por incrível que pareça, não tinha feito exame algum. A surpresa foi tão grande que ainda não planejei a minha vida direito. A tendência é continuar no meio futebolístico", disse.

Clóvis surgiu para o futebol no Barra do Garças. Diferente da maioria dos atletas de Mato Grosso, o atacante ainda chegou a disputar um Campeonato Mato-grossense de 89 antes de se transferir para o América de Rio Preto.

Mas foi no Guarani de Campinas que o garoto de Barra do Garças estorou. Em 93 e 94, Clóvis chegou a vice-artilharia do Campeonato Paulista e Brasileiro, respectivamente, com 17 e 19 gols. A partir daí, o ex-jogador foi contratado pelo Benfica de Portugal e em 1995 voltou para o futebol brasileiro jogando pelo Vasco da Gama, Grêmio e Corinthians.

No Campeonato Mato-grossense de 2003, Clóvis defendeu o União de Rondonópolis. Na época, a equipe foi eliminada pelo Cuiabá.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,75 0,66%

Algodão R$ 93,59 -0,51%

Boi a Vista R$ 133,49 0,26%

Soja Disponível R$ 69,10 0,14%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.