Cuiabá, Sexta-feira 19/10/2018

Judiciário - A | + A

31.03.2017 | 09h20

Blairo Maggi pede suspeição de desembargador por 'pré-condenação'

Facebook Print google plus

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi (PP) ingressou com pedido de exceção de suspeição do desembargador Luiz Carlos da Costa, para evitar assim que o magistrado julgue os recursos referentes a ação civil pública de autoria do Ministério Público Estadual (MPE) que o acusa de ser o avalista de uma compra de vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE) em favor do ex-deputado estadual Sérgio Ricardo.

O desembargador Luiz Carlos da Costa é o relator designado pelo Tribunal de Justiça para a apreciação de recursos em segunda instância, responsável assim por analisar o pedido de desbloqueio de patrimônio de Blairo Maggi e dos demais acusados.

Divulgação

Desembargador Luiz Carlos da Costa

O magistrado já negou em caráter liminar o pedido de reintegração de Sérgio Ricardo ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas.

Para requerer a suspeição do desembargador Luiz Carlos da Costa, a defesa de Blairo Maggi repete os mesmos argumentos no pedido de suspeição do juiz da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular, Luis Aparecido Bortolussi Júnior: a de que os magistrados são parciais por conta de textos publicados na imprensa de Mato Grosso atribuindo a ambos uma suposta aliança para condenar Maggi por antecipação.

Ainda são réus na mesma ação civil pública em andamento na primeira instância o conselheiro afastado do TCE, Sérgio Ricardo, o conselheiro aposentado Alencar Soares Filho, Blairo Borges Maggi, Eder de Moraes Dias, o empresário Gércio Marcelino Mendonça Júnior, conhecido como Júnior Mendonça, o ex-deputado estadual e ex-conselheiro Humberto Melo Bosaipo, o ex-deputado José Geraldo Riva, o empresário Leandro Soares e o ex-governador Silval Barbosa.

A ação civil pública é desdobramento da Operação Ararath da Polícia Federal. A Justiça autorizou o bloqueio de bens de todos os acusados até o limite de R$ 4 milhões. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual deveria ser a prioridade do próximo presidente?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 25,65 0,98%

Algodão R$ 97,60 0,17%

Boi a Vista R$ 135,20 -0,35%

Soja Disponível R$ 69,10 0,14%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.