Publicidade

Cuiabá, Domingo 15/09/2019

Judiciário - A | + A

complemento salarial 20.08.2019 | 11h06

Dinheiro de propina seria para abastecer caixa de campanha em Cuiabá

Facebook Print google plus

TJMT

TJMT

A propina recebida pelo ex-secretário de Educação, Permínio Pinto, patrocinaria seu projeto de candidatura à Prefeitura de Cuiabá, que desenvolvia antes de ser preso na Operação Rêmora. O delator revelou o destino do recurso à juíza Ana Cristina Mendes, em depoimento nesta segunda-feira (19).

 

Leia também -'Recebi R$ 260 mil de R$ 3 milhões investidos na campanha'

 

Permínio conta que não se importava com o percentual definido pelo empresário Giovani Guizardi para a divisão da propina, desde que seu salário chegasse a R$ 30 mil mensais. Ele ganhava R$ 13 mil líquido e a diferença era oriunda da propina.

O “extra” era para dar continuidade ao projeto político que desenvolvia para ocupar o Palácio Alencastro. 

 

Questionado sobre sua indicação à Seduc, o réu desconversa e diz que seu nome partiu de um grupo e não somente do ex-deputado Nilson Leitão, como é ventilado. “Isso é um equívoco, uma fantasia. Que queria me desmamar politicamente para seguir meu projeto politico”, afirmou. 

 

O ex-secretário negou que Leitão tivesse qualquer participação no esquema de desvios e nunca entregou propina ao ex-parlamentar. “Nunca repassei, diretamente, nada para ele. Nós tínhamos uma conta e eu devia ele, pode ser que quando recebi tenha assumido algum compromisso dele”, explica vagamente o acusado. 

 

Permínio declara que o esquema na Seduc durou entre março e dezembro de 2015 e tinha por finalidade quitar dívidas de campanha do então governador Pedro Taques (PSDB). Pontua que o esquema acabou quando ele pôs um fim, devido aos grandes rumores de desvio que começaram a surgir devido às reclamações que os envolvidos tinham sobre Guizardi, que fazia a cobrança dos empresários. 

 

“Me reuni com Alan (Malouf) e falei que precisava acabar com isso, que tinha outras maneiras de conseguir o dinheiro. Eu demorei e convencê-lo disso, pois a mim parece que ele não tinha noção do tamanho do problema ou estava muito crente na impunidade”, afirma. 

 

O ex-secretário reclamou da brutalidade de Guizardi para Malouf, porque foi o empresário que indicou o empreiteiro, pessoa “de sua extrema confiança e casado com alguém muito próximo”, foram as palavras de Malouf para convencer Permínio, como disse em depoimento.

 

Perminio se recusa a fazer alguns esclarecimentos, pois atingem outras ações e sua delação continua sob sigilo, como justificou em audiência. 

 

Operação Rêmora 

A Operação Rêmora investiga um esquema de fraudes em obras de reforma e construção de escolas que inicialmente estavam orçadas em R$ 56 milhões. Diversas empresas compunham, segundo o Ministério Público, um cartel capaz de gerar favorecimentos e desvio de dinheiro público.  

 

Os desvios ocorriam por meio de fraude em licitação de obras em escolas, com direcionamento para as empreiteiras que pagavam propina ao esquema. O dinheiro angariado voltava para os bolsos dos agentes públicos envolvidos na negociata.        

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Turismo internacional cresce no mundo, mas recua no Brasil segundo a Organização Mundial do Turismo. Qual a principal causa?

Parcial

Edição digital

Domingo, 15/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,90 1,61%

Algodão R$ 97,71 -0,95%

Boi a Vista R$ 134,50 -0,37%

Soja Disponível R$ 65,30 -0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.