Cuiabá, Quarta-feira 24/04/2019

Judiciário - A | + A

Operação Sangria 15.04.2019 | 08h40

Ex-secretário e médicos desistem de pedir liberdade no STJ

Facebook Print google plus
Arthur Santos da Silva

arthur@gazetadigital.com.br

Marcus Vaillant

Marcus Vaillant

O ex-secretário de Saúde de Cuiabá, Huark Douglas Correia, desistiu de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Mesmo posicionamento foi estabelecido pelos médicos Luciano Correia Ribeiro e Fábio Liberali Weissheimer.  

 

Leia também - Justiça mandar soltar 4 envolvidos em fraudes na saúde

 

Os 3 estão envolvidos em fatos revelados pela Operação Sangria. A decisão da defesa aumenta rumores sobre delações premiadas em andamento junto ao Ministério Público (MPE).   

 

As comunicações de desistência foram entregues na sexta-feira (12). Medida semelhante acabou estabelecida no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ). A defesa dos 3 é realizada pelo advogado Hélio Nishiyama. Os envolvidos na Sangria que não abdicaram de habeas corpus já estão em liberdade.   

 

A investigação da operação Sangria apura fraudes em licitação, organização criminosa, corrupção ativa e passiva, crimes cometidos através de contratos celebrados com as empresas usadas pela organização, em especial, a Sociedade Mato-Grossense de Assistência Médica em Medicina Interna (Proclin), Serviços de Saúde e Atendimento Domiciliar (Qualycare) e Prox Participações.            

 

Foram presos no dia 30 de março Huark Douglas Correia, Fábio Liberali, Fábio Taques, Kednia Iracema Servo, Luciano Correia, Fábio Taques Figueireiro e Celita Liberali. Os nomes também foram detidos na primeira fase da operação, em dezembro de 2018.     

 

Celita, Fábio Alex Taques, Kedina Iracema e Flávio Alexandre Taques  já estão em liberdade.

 

Antes de deixarem por conta própria o STJ, Huark, Luciano e Fábio Liberali observaram pedidos de liberdade serem negados monocratimente pela ministra Laurita Vaz.

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual deveria ser a punição para torcedores que brigam durante e após os jogos?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 24/04/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,30 2,12%

Algodão R$ 90,23 0,33%

Boi a Vista R$ 136,00 0,37%

Soja Disponível R$ 67,80 0,30%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.