Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Judiciário - A | + A

grampolândia pantaneira 01.10.2018 | 13h38

Juiz quer biometria e foto para decidir nova prisão do cabo Gerson

Facebook Print google plus
Arthur Santos da Silva

arthur@gazetadigital.com.br

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

O juiz Murilo Moura Mesquita, da Vara Especializada em Justiça Militar de Cuiabá, deu prazo de 5 dias para obter mais informações sobre possível descumprimento de medidas cautelares pelo cabo da Polícia Militar, Gerson Correa Junior, réu em processo penal oriundo do esquema de interceptações telefônicas clandestinas que ficou cohecido como grampolândia pantaneira. As informações subsidiarão decisão sobre a possibilidade de nova prisão.  

 

Leia também - Cabo Gerson é visto em bar e pode ser preso por descumprir cautelares

 

O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) monitora o cabo por descumprimento de medidas. O PM foi visto, segundo o MPE, no bar Malcon Pub, localizado na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, durante a madrugada do dia 31 de agosto. Conforme relatado, na mesma data constam diversas falhas no relatório da tornozeleira eletrônico.   

 

Os 5 dias servirão para obter dados biométricos da pessoa que teria se identificado como Gerson, o registro de consumo e pagamento conjunto de comandas,  e se a pessoa identificada como Gerson Correa Júnior foi cadastrada no controle de acesso da empresa.

 

Gerson Corrêa delatou nas últimas audiências a suposta participação nos grampos do governador de Mato Grosso, Pedro Taques e do ex-secretário de Casa Civil, Paulo Taques.   

 

O crime foi cometido na modalidade barriga de aluguel, quando nomes de pessoas não investigadas são inseridos em requerimentos de quebra de sigilos telefônicos contra investigados.   

 

No processo da 11ª Vara são julgados apenas militares. Pedro Taques e Paulo Taques são nomes investigados em inquérito sigiloso no Superior Tribunal de Justiça (STJ).  

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,95 0,00%

Algodão R$ 94,51 -0,49%

Boi a Vista R$ 135,67 -0,02%

Soja Disponível R$ 77,50 -1,90%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.