Cuiabá, Domingo 23/09/2018

Judiciário - A | + A

08.03.2018 | 11h59

Prisão de arquiteta cuiabana que atropelou gari é absurda, diz advogado

Facebook Print google plus

O advogado Darlan Martins Vargas, que atuou na defesa da arquiteta cuiabana Hívena Queiroz Del Pintor Vieira durante inquérito policial, vê como “absurdo” o decreto de prisão expedido pela Justiça de São Paulo.

Marcelo Goncalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo

Hívena é processada por atropelar e matar o gari Alceu Ferraz, 61, enquanto ele realizava a limpeza de via pública no centro de São Paulo, em 2015. Ela não compareceu a uma audiência realizada na terça-feira (6) e por isso teve a prisão decretada.

“Ela não foi intimada sobre essa ação. Não sabia sobre o processo. Não há advogado no caso. O oficial de justiça não encontrou a Hívena. Deveriam realizar outras intimações antes de decretar a prisão preventiva. O que ocorreu é um absurdo”, afirmou o advogado.

De acordo com a promotora Denise Elizabeth Herrera, responsável por representar o Ministério Público no caso, Hívena tinha plena ciência da investigação em andamento, uma vez que estava representada por advogados que também acompanharam a investigação.

Mesmo assim, segundo a promotora, ela não manteve qualquer informação atualizada sobre seu endereço, o que inviabilizou a sua citação pessoal.

Por falta de informações, promotora requereu a decretação da prisão preventiva, acatada pela juíza Sonia Nazaré, da 24ª Vara Criminal do estado de São Paulo.

O advogado Darlan Martins Vargas está surpreso. “Me chama atenção o mídia que esse caso esta tendo. Não é normal o que está acontecendo. Igual a este processo existem milhares. Todos sem prisão preventiva”, afirmou.
 

Voltar Imprimir

Comentários

justica - 08/03/2018

Nao entendo, a mulher atropela o cidadao, arrasta ele debaixo do carro por mais de 100 metros, estava em uma via na contra mao, ainda vem um advogado e acha absurda a prisao preventiva, é distorcao completa dos valores, onde o errado passa a ser visto como correto, e o correto como errado. isso é brasil, daqui a pouco vao querer dar um premio pra essa mulher por boas acoes.

marcelo - 08/03/2018

Todos somos iguais perante a lei!Essa cidadã tem que ir presa sim! e ficar muito tempo na cadeia! e uma assassina!!!

2 comentários

1 de 1

Enquete

Qual sua opinião sobre os aplicativos para denúncias de infrações eleitorais?

Parcial

Edição digital

Domingo, 23/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.050 0.720

Algodão R$ 117.270 1.060

Boi a Vista R$ 128.000 0.000

Soja Disponível R$ 73.000 -0.680

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

Enquete

Que importância tem o candidato a vice?

Parcial

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.