Cuiabá, Quarta-feira 19/09/2018

Judiciário - A | + A

10.07.2018 | 14h27

Réus por morte de personal relatam ameaças e querem proteção

Facebook Print google plus

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Mato Grosso (Sejudh) ainda aguarda notificação para averiguar possíveis ameaças sofridas por Guilherme Dias de Miranda e Wallisson Magno de Almeida Santana, réus pelo assassinado do personal trainer Danilo Campos, praticado em novembro de 2017.

Valquiria Castil

Ambos relataram que correm risco na Penitenciária Central do Estado (PCE). A informação dos réus foi divulgada durante audiência de instrução e julgamento no dia 29 de junho.

Leia também - Empresário acusado de lavar dinheiro da Bereré pede liberdade no STF

O juiz responsável pelo caso, Flávio Miraglia Fernandes, da 12ª Vara Criminal de Cuiabá, determinou envio de notificação para que o diretor da PCE tome ciência das ameaças e utilize meios para garantir a integridade física dos custodiados.

A informação sobre a falta de notificação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Sejudh. A próxima audiência do processo deve ocorrer no dia 18 de julho, momento em que algumas testemunhas serão ouvidas.

O caso

A denúncia foi recebida no dia 10 de abril. Após a tramitação do processo, Guilherme e Wallisson deverão ser pronunciados para enfrentarem júri popular. Segundo Miraglia, toda a fase de instrução processual será conduzida por ele.

Caso provas suficientes sejam reunidas, sentença de pronunciamento enviará a ação para a 1ª Vara Criminal de Cuiabá, responsável pelos júris.

O crime foi praticado no dia 8 de novembro de 2017, no bairro Goiabeiras, em Cuiabá. O corpo do personal foi encontrado caído ao lado do carro, na Rua General Ramiro de Noronha.

Testemunhas relataram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram do carro da vítima, perto de uma conveniência, na Rua General Ramiro de Noronha e mataram o personal a tiros.

Guilherme, que é acusado de ser o mandante e Walison Magno de Almeida, o executor, estão presos desde o dia 17 de março.

Segundo as investigações da Polícia Civil, Guilherme teria ordenado a morte de Danilo por ciúme de sua então esposa, Ane Lise Hovoruski que estaria tendo um caso amoroso com o personal.

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Você sabe o que é o voto útil?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 19/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.050 -2.090

Algodão R$ 120.900 0.520

Boi a Vista R$ 129.500 0.390

Soja Disponível R$ 70.500 0.710

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.