Cuiabá, Segunda-feira 24/09/2018

Judiciário - A | + A

24.01.2018 | 13h27

Silval e mais 9 são alvos de bloqueio de R$ 15,8 milhões

Facebook Print google plus

A juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular, mandou bloquear os bens do ex-governador Silval Barbosa e de outras 9 pessoas o valor de R$ 15,8 milhões em bens, no processo sigiloso que apura crime de enriquecimento ilícito, ocorrido por meio de fraude de mesmo valor na desapropriação do bairro Jardim Liberdade, em 2014, caso que é apurado também na esfera criminal, na operação Sodoma.

Chico Ferreira

Juíza Célia Vidotti

A decisão foi proferida no final de dezembro de 2017 e, conforme o site Ponto na Curva, atinge, além do ex-governador, seus ex-secretários Pedro Nadaf (Casa Civil), Marcel de Cursi (Fazenda), Arnaldo Alves (Planejamento), o ex-procurador-geral do Estado Francisco Gomes de Andrade Lima Filho, o ex-chefe de gabinete Sílvio Cézar Corrêa Araújo, o advogado Levi Machado, os empresários Filinto Muller (dono de factoring), Alan Malouf (dono do Buffet Leila Malouf) e Antônio Carlos Milas (dono do Grupo Milas de Comunicação).

Leia também - MP aciona Silval e mais 10 comparsas por enriquecimento ilícito

A medida determinada pela magistrada atende parcialmente o pedido do promotor de Justiça Clóvis de Almeida Júnior, da Promotoria de Patrimônio Público e da Probidade Administrativa do Ministério Público Estadual (MPE). Ele ingressou com o processo em agosto do ano passado e pedia o bloqueio de bens não só dos réus já citados, mas também do empresário Valdir Piran, que atua no ramo de factoring e teria se beneficiado com R$ 10 milhões dos mais de R$ 15 milhões desviados na desapropriação.

Ele era credor de Silval Barbosa, que tomou empréstimo com ele para quitar compromissos de campanha eleitoral, conforme relatou durante audiência de instrução na 7ª Vara Criminal, onde tramita processo sobre o mesmo assunto.

Como não teve relação direta com o esquema criminoso tramado para fraudar a desapropriação de onde saiu o dinheiro, a juíza Célia Vidotti entendeu que Piran não poderia ser alvo de bloqueio judicial, como os demais réus.

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Você já anotou os números dos seis candidatos em quem irá votar nesta eleição?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 24/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.050 0.720

Algodão R$ 98.550 -0.350

Boi a Vista R$ 133.150 -0.040

Soja Disponível R$ 73.000 -0.680

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.