Cuiabá, Quarta-feira 20/02/2019

Judiciário - A | + A

14.09.2018 | 16h50

Silval, Eder, Riva e ex-conselheiros são interrogados sobre compra de vaga no TCE

Facebook Print google plus
Chico Ferreira

Ex-governador Silval Barbosa denunciou esquema da compra de vaga no TCE em sua delação

O juiz Jeferson Scheider, da 5ª Vera Federal de Mato Grosso, interroga nesta sexta-feira (14) políticos e ex-integrantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) na Operação Ararath, no caso que envolve uma possível compra de uma vaga de conselheiro no TCE.

O ex-secretário estadal de Fazenda, Éder Moraes, os ex-conselheiros do TCE, Alencar Soares e Humberto Bosaipo, o expresidente da Assembleia Legislativa José Riva e o ex-governador Silval Barbosa, estão na sede da Justiça Federal.

Além deles, também estão presentes Leandro e Leonardo Soares, Márcia Soares Metello, que são familiares do ex-conselheiro Alencar Soares e ainda Marcos Tolentino. Todos serão interrogados no processo.

Os denunciados repondem pelos crimes de corrupção ativa e passiva e por lavagem de dinheiro. O processo diz respeito à denúcia de compra da vaga ocupada pelo conselheiro Sérgio Ricardo, que está afastado do cargo desde janeiro de 2017 por determinação do juiz Luís Aparecido Bortolussi Júnior, da Vara Especializada Ação Civil Pública e Ação Popular, de Cuiabá.

No entanto, Sérgio Ricardo não é réu na ação penal que tramita na Justiça Federal por possuir foro por prerrogativa de função uma vez que ainda é conselheiro da Corte de Contas. Contra ele, investigações e ações criminais devem tramitar no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O primeiro a deixar o prédio onde ocorre o depoimento foi Humberto Boisapo. Demonstrando irritação, o ex-conselheiro do TCE afirmou que nao falaria sobre o assunto.

A ação é sigilosa. O caso tem desdobramentos cível e criminal na Justiça Estadual. Em colaboração premiada firmada em 2017, o ex-governador delatou o ato de corrupção.

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Abriria mão de direitos como 13º e FGTS por uma remuneração maior?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 20/02/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,00 -0,83%

Algodão R$ 94,33 0,03%

Boi a Vista R$ 137,00 0,74%

Soja Disponível R$ 64,70 0,15%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.