Publicidade

Cuiabá, Domingo 18/08/2019

Judiciário - A | + A

declarada suspeição 13.08.2019 | 16h53

TJ anula sentença de Selma em condenação de Bosaipo

Facebook Print google plus

TCE

TCE

Os desembargadores da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJMT) anularam sentença da juíza aposentada Selma Arruda que condenava o ex-deputado Humberto Bosaipo há 18 anos de prisão por desvios de R$ 5 milhões da Assembleia Legislativa (ALMT). A sentença é de 2007 e consta em uma das ações da Operação Arca de Noé.

 

Leia também -Ex-deputado Humberto Bosaipo é condenado a 18 anos de prisão por corrupção

 

Na decisão desta terça-feira (13), os magistrados reconheceram que Selma Arruda agiu com parcialidade ao sentenciar o réu.

 

O desembargador Orlando Perri, relator da ação de suspeição, havia pedido vista m julgamento anterior e agora votou pelo acolhimento parcial do pedido da defesa. Os demais membros da 1º Câmara acompanharam o voto de Perri.

 

“Vou acolher a exceção de suspensão, sim. Estou julgando parcialmente procedente o pedido de exceção de suspeição proposta por Humberto Bosaipo em face juíza aposentada Selma Arruda anulando a sentença por ela proferida em 26 de outubro de 2017”, é a decisão. O magistrado optou por não ler o voto inteiro, pois se alongaria muito, visto que são 59 páginas, como disse na sessão.

 

O atendimento é parcial porque os magistrados anularam somente a sentença, todo o processo de instrução e provas serão mantidos para posterior julgamento.

 

O réu alega que a juíza orientava um funcionária a negar pedidos de sua defesa, e agia a fim de "promoção pessoal".

 

Bosaipo é acusado de integrar organização criminosa que agia dentro da Casa de Leis e tinha como membro o ex-deputado Riva. Na época dos fatos, entre 2000 e 2002, o réu ocupada a 1º secretária da Assembleia e teria agido para desvio e lavagem de dinheiro. Os valores eram desviados do erário com ajuda da factoring de João Arcanjo Ribeiro.

 

A ALMT fazia pagamentos a empresas fantasmas e os valores eram trocados na Confiança factoring, de Arcanjo. Por força da operação, o bicheiro foi preso no Uruguai em 2002.

 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

É possível evitar rebeliões em penitenciárias brasileiras?

Parcial

Edição digital

Domingo, 18/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,05 -0,71%

Algodão R$ 94,13 0,03%

Boi a Vista R$ 138,75 0,18%

Soja Disponível R$ 69,84 -0,57%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.