Cuiabá, Sábado 22/09/2018

Judiciário - A | + A

12.07.2018 | 14h10

Zuquim se afasta e TJ não julga empresários presos propina no Detran

Facebook Print google plus

O Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) adiou nesta quinta-feira (12) julgamentos de recursos que tentam revogar as prisões dos empresários Roque Anildo e José Kobori, alvos da Operação Bereré e réus por esquema que movimentou mais de 30 milhões em propina junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

Otmar de Oliveira

Os adiamentos foram determinados visto que o desembargador José Zuquim, relator dos habeas corpus, passou por procedimento cirúrgico e está temporariamente afastado da função.

Leia também - Empresário acusado de lavar dinheiro da Bereré pede liberdade no STF

Roque era sócio da Santos Treinamento, empresa de fachada usada para receber parte da propina desviada de contrato firmado pela EIG Mercados (antiga FDL Serviços) com o Detran.

O esquema, de acordo com o Gaeco, foi operado entre 2009 quando foi assinado o contrato, até 2015. O empresário foi preso em 9 de maio de 2017.

João Vieira

Já Kobori é acusado de ter repassado propina ao advogado e ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, em troca da manutenção do contrato de concessão que repassa para a empresa a execução dos serviços de registro de contratos de financiamentos de veículos em Mato Grosso.

Segundo os donos da EIG, colaboradores da Justiça, para dissimular o pagamento, Kobori teria recebido dois bônus anuais com o valor referente ao repasse a Paulo Taques. O ex-secretário teria recebido R$ 2,6 milhões.

Além de Kobori e Roque, foram presos na Operação Bônus o deputado estadual Mauro Savi (DEM), Paulo Taques, o advogado Pedro Jorge Zamar Taques e Claudemir Pereira dos Santos.

Por conta das investigações do esquema, o Ministério Público Estadual (MP) denunciou 58 pessoas, entre elas sete deputados estaduais.

 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Que importância tem o candidato a vice?

Parcial

Edição digital

Sábado, 22/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.900 0.920

Algodão R$ 117.520 1.060

Boi a Vista R$ 128.670 0.230

Soja Disponível R$ 70.740 -0.830

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

Enquete

O horário político no rádio e TV está sendo útil na sua escolha pelos candidatos?

Parcial

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.