Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 22/07/2019

Mande seu Whats - A | + A

19.08.2018 | 08h20

Moradores reclamam de ruas sem asfalto, buracos e esgoto a céu aberto - veja vídeos

Facebook Print google plus
Eduardo Maximo

Rua do bairro Despraiado sem asfalto e com rede de esgoto destruída

Moradores de alguns bairros de Cuiabá e Várzea Grande têm reclamado dos gestores de suas respectivas cidades apontando descaso e falta de comprometimento com os serviços públicos como a pavimentação asfáltica e saneamento. Para mostrar a situação precária, internautas mandaram fotos e vídeos ao Gazeta Digital mostrando o abandono de onde vivem que vão desde ruas sem asfalto, cheias de buraco, muita poeira e até esgoto despejado a céu aberto sem qualquer tipo de tratamento. Veja vídeos ao final da matéria.

Eduardo Máximo é morador do bairro Despraiado, na Capital, e relata que a Prefeitura esteve no local e prometeu que num prazo de 30 a 60 dias, obras de asfaltamento de ruas seriam iniciadas na região. No entanto, já se passaram 4 meses e até o momento as ruas do bairro continuam sem pavimentação, com redes de esgoto destruídas e bueiros abertos.

Eduardo Maximo

Rede de esgoto a céu aberto no bairro Despraiado

Bem ao lado, no bairro Jardim Florianópolis, outro morador reclama da poeira nos dias secos  e da lama no período das chuva. Aponta também vazamentos na rede de distribuição de água. O local que o internauta grava é a rua 21, considerada a principal via do bairro. "A gente já está escarrando tijolo", enfatiza o morador indignado ao pedir socorro aos gestores.

Já no bairro Jardim Aroeira, uma moradora que reside há 15 anos na região indaga sobre promessas de asfalto que são feitas há vários anos e nunca são cumpridas pelos políticos eleitos a cada pleito eleitoral.

Elzeny Luz, 57, grava o vídeo ao passar pela rua 8. A assistente social afirma que no bairro tem apenas rede de esgoto, mas as ruas não são pavimentadas. "Somente as ruas do colégio e da creche ganharam asfalto. As outras nada. E o bairro tem apenas 15 ruas", frisou.

Obras paralisadas

Ademir de Carvalho

Rua sem asfalto do bairro Mapim

Em Várzea Grande, a situação também é de descaso em alguns bairros. Além de ruas sem asfalto e rede de esgoto, os moradores reclamam de obras de pavimentação iniciadas há cerca de 30 dias e que há 3 estão paralisadas.

No bairro Mapim, a dona de casa, Figuerina Arruda Oliveira, 30, gravou um vídeo junto com a vizinha que é comerciante para mostrar as obras paradas e pessoas trabalhando no meio da poeira. "Ninguém aguenta mais esse poeirão", afirma.

O empresário Ademir Carvalho, que também tem um comércio na mesma  via, a avenida Industrial, no bairro Mapim, reclama da paralisação das obras que tem prejudicado os estabelecimentos, principalmente porque estão sem água. Ao Gazeta Digital ele relatou que idosos são os mais prejudicados. "Tá um descaso, senhoras vivem caindo na lama ao passarem pela rua", conta. 

"Ninguém consegue trabalhar. Eles (trabalhadores da obra) abriram aqui para colocar encanação para o sistema de esgoto e deixaram isso parecendo o Afeganistão depois da guerra: destruição total. Colocaram dois meninos para trabalhar que não sabem nem pegar na ferramenta, quebram o equipamento e fica tudo parado", completa Ademir, indignado. 

Outra varzea-grandense critica o descaso por falta da rede de esgoto na rua Pau Brasil, do bairro Jardim Glória 2. Nas imagens enviadas por ela, aparece o esgoto de uma casa jorrando resíduos diretamente na rua, que também não é asfaltada. "A rua parece um lixão", lamenta a internauta.

Outro lado

Ademir de Carvalho

Informações sobre a obra de pavimentação no bairro Mapim

A Prefeitura de Várzea Grande afirmou que 50 vias estão sendo revitalizadas em 24 bairros da Cidade a um custo de R$ 20 milhões. Os pacotes de serviços empregados nestas comunidades são de pavimentação asfáltica, galerias pluviais, drenagem, meio-fio e sarjetas.

No bairro Mapim serão asfaltados 3,5 km de ruas, porém não se reportou sobre as condições das obras realizadas no local e nem nos bairros citados pelos internautas. 

Contudo, a Prefeitura destacou obras de pavimentação nos bairros Vila Arthur, Figueirinha e Residencial Jacarandá, que já têm canteiro de obras instalado.

Além desses, afirma que outros bairros serão contemplados com o asfalto novo: Asa Branca, Asa Bela, Cidade de Deus, Eldorado, Hélio Ponce, Joaquim Curvo, Jardim Glória 1 e 2, Jardim Esmeralda, Jardim Paula 1, Mapim – Bloco Dom Bosco, Mapim 2 e 3, Nova Fronteira, Nova Era, Ponte Nova, Parque Mangabeiras, São Matheus, Santa Isabel, Vila Vitória, Vila Arthur 1 e 2 e 23 de Setembro.

A assessoria da Prefeitura de Cuiabá foi procurada pela reportagem, porém até a publicação desta matéria não se posicionou. 

Esta matéria foi produzida através de sugestão de um internauta. Você também pode participar, enviando o pedido ao WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065. Ou no in box do Facebook.

Veja vídeos:

                  

                  

                  

                  

                 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Enquete

Sobre a possível liberação de recursos das contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS)

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 22/07/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,75 -0,22%

Algodão R$ 91,92 0,44%

Boi a Vista R$ 136,50 0,37%

Soja Disponível R$ 67,13 -0,47%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.