Cuiabá, Domingo 21/10/2018

Mande seu Whats - A | + A

17.12.2017 | 08h12

Terreno baldio é ocupado por entulhos e preocupa moradores

Facebook Print google plus

Terreno baldio no bairro do Porto, em Cuiabá, passou a ser motivo de preocupação dos moradores da região depois que o local começou a ser utilizado como depósito de restos de construção, por empresas que levam entulho para o lugar. O receio só aumentou com o início do período chuvoso, que contribui para criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e chicungunya.

Internauta

Internautas registraram imagens de caminhões com caçamba descartando os escombros no terreno que fica na Avenida Manoel José Arruda. O lugar fica entre condomínios residenciais e possui uma vasta extensão de mato alto, o que agrava a situação de descaso.

Apenas no Porto, foram registrados 29 casos de dengue, 12 de chicungunya e 4 de zika, pelo Centro de Informações e Estatísticas em Vigilância em Saúde. Os dados não são nada comparados ao registro preocupante do bairro Pedra 90, região periférica da Capital. Lá 1.163 casos de dengue foram notificados, outros 109 de chicungunya e 481 de zika. Esses números são referentes ao acumulado do ano de 2017 até o mês de novembro.

De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública, o centro de zoonoses combate os criadouros do mosquito transmissor em todos os bairros da capital, durante o ano todo. Ao localizar os focos, o local é tratado com veneno, isso quando se trata de terrenos sem muros.

Na fiscalização, também é feita notificações aos proprietários para que limpe o espaço. Caso não cumpra dentro do período de 10 dias, uma multa pode ser aplicada, os valores variam de acordo com o tamanho do terreno. Para as áreas de 500 a 100 m², a multa varia de R$ 884,77 a 1.137,56, acima disso, o valor é R$ 1.895,94 e mais R$ 1.263,95 a cada metro quadrado a mais.

Internauta

Para denunciar terrenos baldios ou local com foco em criadouros do Aedes aegypti basta ligar no disque denúncia 156 ou (65) 3616-9614, em horário comercial – de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h.Sobre a denúncia dos moradores do Porto, a secretaria afirmou não ter nenhum registro do caso.

Esta matéria foi produzida através de sugestão de um internauta. Você também pode participar, enviando o pedido ao WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua avaliação do governo Temer nesse final de mandato?

Parcial

Edição digital

Domingo, 21/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,95 0,46%

Algodão R$ 93,07 -0,51%

Boi a Vista R$ 129,30 0,43%

Soja Disponível R$ 70,20 0,29%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.