Cuiabá, Sábado 20/10/2018

Mande seu Whats - A | + A

22.11.2017 | 12h10

Vigilantes da Arena Pantanal estão há 4 meses sem salário

Facebook Print google plus
Chico Ferreira

sss

Atualizada às 15h47 - Com atraso salarial de 4 meses, 21 vigilantes que trabalham na Arena Pantanal, em Cuiabá, denunciam a situação e ameaçam fazer greve.

Um deles, um homem de 24 anos, casado, pai de um filho de 2 anos e 4 meses, explica que a classe recebeu pela última vez mês passado porém salário referente a julho.

Os 21 vigilantes se dividem em grupos de 5 e, desarmados, fazem a vigilância da Arena. "A gente fica em dupla nas 2 guaritas e 1 fica rodando ao redor da Arena", explica.

Os plantões são das 7 às 19h e das 19h às 7h. A escala é de 12h trabalhadas por 36h de descanso.

No caso deste vigilante, como ele é arrimo de família, está sacrificando o horário de descanso, para fazer "bicos", para a família comer.

A vigilância na Arena tem algumas intenções. Acompanhar o entra-e-sai de funcionários durante o dia, eventos e esportes durante a noite e coibir vandalismos na madrugada, o que tem sido raro.

"Aqui é uma região perigosa, mas tem a presença da Polícia Civil, que intimida", ressalta, citando o Cisc do Verdão, ao lado do estádio. A Polícia Militar, segundo ele, também faz rondas.

A reclamação é mesmo com relação ao salário - de R$ 1.250 - que está atrasado. "A empresa concede uniforme, alimentação, vale transporte", pontua.

Aos funcionários, representantes da empresa Ecológica informam que está em recuperação judicial, ou seja, com problemas financeiros tentando evitar falência e não tem dinheiro para pagá-los.

"Falam que não tem dinheiro e o Estado também não faz nada e nós? Como nós ficamos" - questiona.

Na situação de acúmulo, "um salário só já não vai dar para nada. Queremos pelo menos 2 de imediato", reivindica.

A categoria alega que ainda não "cruzou os braços" por entender que é complicado deixar a Arena "sozinha". Mas está se sentindo enganada.

Outro lado

O Gazeta Digital tentou falar com a Ecológica, mas não conseguiu fazer contato.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) foi questionada sobre o problema e confirmou que o contrato é da pasta. No perído da tarde desta quarta-feira (22), emitiu nota de esclarecimento.

Confira a íntegra da nota.

"Sobre o pagamento dos vigilantes que trabalham na Arena Pantanal, a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) esclarece que:

1 – Desde o início do contrato, a pasta já realizou o pagamento de R$ 255.662,44, referentes aos meses de março, abril, maio e junho;

2 – Ressalta-se que a empresa prestadora dos serviços emitiu e protocolou, junto à Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer, as notas fiscais referentes aos meses de agosto e setembro somente no dia 01/11;

3 – As referidas notas estão em análise documental na Seduc, para posterior pagamento. Não sendo a Seduc notificada de atraso, o que a coloca tecnicamente em dia;

4 – Destaca-se ainda que a Secretaria não registrou até o momento o recebimento das notas fiscais referentes aos meses de outubro e novembro;

5 – A Secretaria ressalta que a responsabilidade do pagamento dos funcionários é da empresa e que não mantém contratos diretos com os vigilantes."

Esta matéria foi produzida através de sugestão de um internauta. Você também pode participar, enviando o pedido ao WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Quanto do seu tempo você dedica à diversão?

Parcial

Edição digital

Sábado, 20/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,60 -2,62%

Algodão R$ 97,76 -0,39%

Boi a Vista R$ 126,96 0,77%

Soja Disponível R$ 72,00 0,56%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.