Cuiabá, Sábado 20/04/2019

Mundo - A | + A

Decisão francesa 07.02.2019 | 16h55

França retira embaixador da Itália após reunião com coletes amarelos

Facebook Print google plus

CONTEÚDO ESTADÃO

Divulgação

Divulgação

A França ordenou a retirada do seu embaixador da Itália, anunciou nesta quinta-feira, 7, uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores francês. A decisão ocorre após o vice-primeiro-ministro italiano, Luigi di Maio, participar de uma reunião com membros dos coletes amarelos, que organizam protestos contra o governo de Emmanuel Macron desde novembro do ano passado.

O embaixador francês foi chamado de volta para "consultas", disse a representante da chancelaria, Agnes von der Muhll, exigindo que a Itália voltasse a ter relações amigáveis dignas "do nosso destino comum". Segundo ela, a França "tem sido, por meses, alvo de ataques repetidos e sem fundamento".

Nesta semana, Di Maio, se encontrou com apoiadores dos coletes amarelos que pretendem participar das eleições para o Parlamento Europeu, marcadas para maio deste ano. O italiano afirmou que o seu movimento populista está pronto para ajudar os manifestantes antigovernamentais da França, acusando Paris de incentivar a crise migratória pelo continente e de criar a pobreza na África.

Agnes considerou "inaceitável" a interferência na democracia francesa e sem precedentes desde que os dois países vizinhos se juntaram após a 2ª Guerra para criar a União Europeia. "Ter discordâncias é uma coisa, mas manipular um relacionamento para fins eleitorais é outra", acrescentou o ministério francês.

O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, respondeu que está disposto a começar do zero a sua relação com o presidente Emmanuel Macron, contanto que o francês esteja disposto a "rever três questões fundamentais": parar de enviar imigrantes de volta para a Itália, interromper as demoradas checagens na fronteira e entregar cerca de 15 militantes de esquerda que conseguiram asilo na França nas décadas passadas.

O Ministério de Relações Exteriores da Itália não fez comentários sobre a decisão francesa, algo que, segundo um diplomata, não acontecia desde 1945. (Com agências internacionais)


Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

O país reverencia suas figuras históricas?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/04/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 18,85 0,27%

Algodão R$ 99,64 -0,19%

Boi a Vista R$ 137,00 0,74%

Soja Disponível R$ 67,50 -0,15%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.