Publicidade

Cuiabá, Quinta-feira 20/06/2019

Opinião - A | + A

18.08.2006 | 03h00

Lula foge do debate

Facebook Print google plus

Na última segunda-feira houve o primeiro debate entre os candidatos a presidente da República em uma das principais redes de TV. Compareceram todos, com exceção de Lula, que se julga acima de tudo e de todos. Como sempre, Lula demonstrou o seu desprezo pelo exercício da democracia. Não bastasse o mesmo criticar duramente o Congresso Nacional, como se o seu governo não fosse o responsável direto pela corrupção que envolve os órgãos da administração federal, congressistas e empresários amantes da gatunagem; Lula ainda foge dos debates com os demais candidatos à presidência da República.

O debate livre e franco entre candidatos a cargos executivos é fundamental para que o povo possa julgar, avaliar e melhor escolher em quem depositar seu voto. A fuga ao debate representa desrespeito aos eleitores, menosprezo pelos demais candidatos e um forte indício de que o fujão não valoriza a democracia.

O interessante é que em passado recente, quando FHC, por considerar-se franco-favorito e imbatível, também se recusou a participar de debates com os demais candidatos a presidente, inclusive com Lula, tanto este quanto o PT fizeram severas críticas ao fujão da época.

Com toda certeza Lula teme ser constrangido por questionamentos que os demais candidatos poderiam fazer ao mesmo. Se ao povo fosse oferecida a oportunidade muitos eleitores gostariam de saber, por exemplo, por que Lula aceita favores de pessoas que depois são nomeadas para cargos em seu governo? Por que Lula, sendo o fundador, presidente de honra e de fato do PT e seu líder inconteste por décadas, insiste em dizer que foi traído pelos corruptos que denegriram a imagem do partido e jamais dá nomes aos bois? Por que Lula não gosta de explicar o enriquecimento de familiares que fazem tráfico de influência junto a empresas que têm relações com o seu governo?

Por que Lula critica a imunidade/impunidade de congressistas e recebe tantos deputados e senadores acusados de corrupção para recepções, churrascos e audiências, trata esta turma toda com deferência e elogios fáceis?

Por que Lula insiste em dizer que demitiu José Dirceu e Palocci e fez elogios rasgados por ocasião da saída dos mesmos do governo, chamando-os de irmãos? Por que Lula recebia e elogiava tanto Roberto Jéfferson e todos os acusados de corrupção e gatunagem do Valerioduto?

Por que Lula critica congressistas e aceita que deputados e senadores sanguessugas alimentem-se de verbas de ministérios de seu governo? Por que Lula, que comprometeu-se a enfrentar a questão da violência e o seu governo, a quem cabe combater o crime organizado, inclusive de colarinho branco, contrabando, descaminho, tráfico de armas, só age depois que os meios de comunicação denunciam tais práticas?

Por que o governo Lula, que no PT sempre denunciava a usura, o lucro dos banqueiros tem sido tão dócil com a espoliação dos agiotas nacionais e internacionais que lucram como jamais em nosso país?.

Como explicar que a dívida pública aumentou em mais de 500 bilhões durante os 3 anos e meio de governo Lula, mais do que nos 12 anos anteriores à sua chegada ao Poder? Por que o governo Lula gasta anualmente mais de 130 bilhões de reais com pagamento de encargos da dívida pública e não realiza as reformas agrária e urbana? Não investe praticamente nada em saneamento e desenvolvimento científico e tecnológico? Por que no governo Lula o Brasil é campeão mundial de juros e de carga tributária?

Enfim, existem centenas de perguntas que os demais candidatos e o povo brasileiro gostariam que o candidato Lula respondesse ao vivo, sem maquiagem, sem manipulação e sem subterfúgios?

Todavia, coerente com sua índole autoritária, o candidato Lula foge ao debate, pois gosta mesmo é de deitar falação, cultuar o monólogo, auto-elogiar-se, falar e falar tudo o que lhe vem à cabeça e jamais suporta o contraditório, o diálogo, o enfrentamento de argumentos diferentes dos seus pontos de vista.

Foi uma pena, a democracia de Lula está muito mais para a "democracia" venezuelana, de Fujimori ou a chinesa do que do mundo ocidental mais desenvolvido e com instituições mais sólidas. Será que é este o presidente que o Brasil merece e deseja? Com a palavra os eleitores conscientes e livres!

Juacy da Silva é professor universitário aposentado, mestre em sociologia. E-mail: professorjuacy@yahoo.com.br

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Publicidade

Enquete

Sobre o projeto do VLT em Cuiabá

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 20/06/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,85 -1,00%

Algodão R$ 92,02 1,31%

Boi a Vista R$ 134,00 -2,90%

Soja Disponível R$ 57,90 0,70%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.