Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/08/2019

Polícia - A | + A

suspeita de intimidação 29.04.2019 | 16h30

Auditora da prefeitura é alvo de atentado em frente de sua casa

Facebook Print google plus
Ana Flávia Corrêa

anaflavia@gazetadigital.com.br

Reprodução

Reprodução

Uma auditora interna da prefeitura de Colniza (1065 km a noroeste de Cuiabá) foi vítima de um atentado na noite de sábado (27), em frente à sua casa. A suspeita é que o ato seja em razão do seu trabalho.

 

Leia também - Semana em Cuiabá e interior deve ser de calor e pancadas de chuva

 

De acordo com o boletim de ocorrência, no domingo a vítima solicitou apoio da Polícia Militar (PM) e informou que no sábado ouviu três disparos de arma de fogo em frente à sua casa.  

 

No domingo pela manhã, quando foi até o portão percebeu marcas de tiro em sua parede e na parte traseira de seu veículo.

 

Os policiais localizaram os projéteis no solo próximo ao portão e seguiram recomendações da Polícia Judiciária Civil (PJC) para manejo do objeto.

 

Vítima informou que houve uma denúncia sobre uma obra de pavimentação irregular na cidade e ela foi apontada como a autora da denúncia. A suspeita é que isso tenha relação com o atentado. 

 

Por meio de nota, os Auditores e Controladores Internos dos Municípios de Mato Grosso (Audicom) informaram que o atentado não intimida os profissionais e que eles não irão se calar. 

 

"Somos em mais de 250 colegas atuando de forma pro ativa e essa é  nossa missão, resguardar o erário público, e nada e nem ninguém irá  nos calar". 

 

Leia a nota na íntegra:

 

"É com imensa indignação e revolta que recebemos hoje (28) a notícia de que a nossa colega Sandra Gugel de Colniza sofreu um atentando contra sua vida na noite de Sábado, 27 de abril. Ao chegar em sua residência, uma pessoa de motocicleta aproximou de sua casa e efetuou vários disparos de arma de fogo, os quais por pura sorte da colega Sandra Gugel atingiram somente a parede e seu veículo que estava estacionado em sua residência. As suspeitas é de que o atentado seja uma forma de intimidação ao trabalho da auditora interna de Colniza. 

 

Sabedores que somos da forma atuante do exercício de suas funções, tal atentado não irá intimidar as Controladorias Internas dos Municípios, nem em Colniza tampouco em qualquer outro município do nosso Estado, pois somos em mais de 250 colegas atuando de forma pro ativa e essa é  nossa missão, resguardar o erário público, e nada e nem ninguém irá  nos calar. 

 

Aguardamos e confiamos muito nas autoridades competentes para elucidar o caso e fazer justiça contra os executores e mandantes do ocorrido. E queremos deixar claro que o atentado em Colniza não foi contra uma pessoa apenas, e sim contra o Controle Interno de modo geral e contra todas as instituições de controle. 

 

Em razão do ocorrido, a AUDICOM comunicou a situação à Rede de Controle, da qual é membro, e pretende criar uma força tarefa para atuação intensiva, envolvendo agentes do controle de outros municípios e até de outras esferas. Essa força tarefa deverá ocorrer especialmente nos municípios onde existem ataques aos agentes de controle, por considerarmos estes ataques como fortes indicativos de tentativa de esconder irregularidades ou de tentar cercear o trabalho de controle interno.

 

Além da AUDICOM, a Rede de Controle é composta pela Superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso, Tribunal de Contas da União, Receita Federal, Ministério Público Federal, Contorladoria-Geral da União, Advocacia-Geral da União em Mato Grosso, Caixa Econômica Federal, Controladoria-Geral do Estado de Mato Grosso, Ministério Público de Mato Grosso, Ministério Público de Contas de Mato Grosso, Tribunal de Contas do Estado, Controladoria-Geral do Município de Cuiabá, Procuradoria Geral do Município de Cuiabá, Conselho de Arquiterura e Urbanismo de Mato Grosso, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso e Tribunal Regional Eleitoral.

 

 

Outra providência que tomaremos é a requisição do porte de arma e treinamentos de defesa pessoal para os agentes do controle interno, isso porque, estamos submetidos à vários riscos contra nossas vidas e de nossos familiares. A medida já tem sido tomada por outras carreiras de servidores públicos que também atuam sob ameaças.

 

Diretoria Executiva da AUDICOM-MT."

Galeria de fotos

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O fim dos radares móveis nas rodovias

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,70 0,00%

Algodão R$ 94,88 0,56%

Boi a Vista R$ 131,66 -0,07%

Soja Disponível R$ 64,70 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.