Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 19/08/2019

Polícia - A | + A

Contato pela INTERNET 23.07.2019 | 10h00

Casal é preso por roubar, ameaçar e agredir cliente durante encontro sexual

Facebook Print google plus

Reprodução

Reprodução

Casal foi preso em Dourados (MS) após ser identificado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá como autores de um crime em que a vítima foi roubada, agredida e extorquida durante um encontro sexual, registrado em maio deste ano.

 

Conforme as informações da Polícia Civil, os presos são Mário Fonseca e da transexual Melissa do Carmo Leal. Mário atraia as vítimas, homens gays, por meio de um site, onde se apresentava como garoto de programa com o apelido “Fit Mineiro”. 

 

Leia também - Acusado de matar advogado em MT é preso em Rio Verde

 

No crime que originou a investigação, a vítima de Cuiabá marcou com o Mário e no local, pagou R$ 150 pelo encontro.

 

Antes de se iniciar a relação sexual, o suspeito teria ido ao banheiro e quando voltou, agrediu a vítima, desferindo golpes de canivete e a estrangulando com o cordão de um roupão.

 

Enquanto torturava a vítima, o homem pedia por dinheiro e exigia uma transferência de R$ 30 mil.

 

Durante o crime, Mário falava com uma pessoal ao telefone, que a vítima disse ser uma transexual, devido ao tom da voz. Mário fugiu do local após a vítima fazer uma transferência bancária para a conta de César Augusto do Carmo Real, nome de batismo de Melissa. 

 

Prisão em Mato Grosso do Sul 

 

Durante as investigações, a Polícia Civil de Mato Grosso descobriu que os suspeitos são casados e que moram em Dourados (MS). 

 

Lá, já possuem vários registros criminais pelos mesmos crimes. A última prisão do casal foi registrada em 24 de junho, após ameaçar um cliente com um canivete e exposição de fotos íntimas.

 

Com a prisão dos suspeitos, a Polícia Civil do estado vizinho cumpriu o mandado de prisão expedido pela Justiça de MT.

 

Conforme o delegado Eduardo Rizzato de Carvalho, a dupla tem crimes registrados, além de MT e MS, no estado de São Paulo. 

 

Eles mudam de localidade para não serem identificados.

 

“É provável que várias vítimas, desse tipo de crime, sequer registrem boletins de ocorrência em razão do constrangimento da situação, uma vez que muitas delas escondem de seus familiares esses relacionamentos, bem como até sua sexualidade”.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Já começaram as discussões para as eleições municipais de 2020. Você pretende acompanhar?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 19/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,25 2,20%

Algodão R$ 92,79 -0,50%

Boi a Vista R$ 128,25 0,00%

Soja Disponível R$ 65,00 -1,22%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.