Cuiabá, Domingo 21/10/2018

Polícia - A | + A

04.02.2018 | 12h15

Confusão com motorista envolve drogas, arma e perseguição policial

Facebook Print google plus
Welington Sabino

Veículo conduzido por Max, apontado como motorista da Uber foi apreendido e levado ao pátio da Central de Flagrantes, em Cuiabá

Atualizada em 5/2/2018 às 18h - Uma ocorrência envolvendo um homem apontado como motorista do aplicativo de transporte Uber foi registrada pela Polícia Militar em Cuiabá. Houve perseguição pela Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), popularmente conhecida como Estrada de Chapada e apreensão de drogas, balança de precisão e um revólver. O fato ocorreu por volta de 2h40 na Comunidade Rio dos Peixes e resultou na prisão de 5 homens que estavam num veículo Fiat Marea de cor prata e placa KAN -8555 conduzido por Maxsuel Almeida Araújo, 28, o Max, morador do bairro Jardim Vitória, na Capital.

Além de Max, apontado como boletim de ocorrência da Polícia Militar como motorista da Uber, também foram detidos Mikeias Wendel Souza Meirelles, 19, do bairro Jardim Umuarama, Valter Augusto de Jesus, 19, do Jardim Vitória, Gabriel Rocha da Mata, 20, e Gean Paulo Lima Nascimento, 20, ambos moradores do bairro Planalto, em Cuiabá.

Relacionados à ocorrência constam o veículo Fiat Marea, um revólver calibre 32 da marca Taurus, com uma munição intacta, outra danificada e ainda uma cápsula de munição deflagrada, 41 trouxinhas de maconha e 4 porções de pasta-base de cocaína, de diferentes tamanhos. Todo o material foi apreendido em levado para a Central de Flagrantes.

O boletim de ocorrência da PM cita os crimes de desobedecer ordem da autoridade/agente de trânsito, direção perigosa, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, formação de quadrilha ou bando e transpor bloqueio viário policial sem autorização. Todos os delitos constam no documento como “consumados”.

Dinâmica dos fatos conforme boletim de ocorrência

Conforme o relato policial descrito no BO da Polícia Militar, uma guarnição estava em rondas pela rodovia estadual quando no quilômetro 22, na Comunidade Rio dos Peixes, foi dado sinal ao condutor do veículo Fiat Marea para que parasse no acostamento. No entanto, o condutor desobedeceu a ordem, transpôs a barreira policial e fugiu em alta velocidade.

Reprodução/GazetaDigital

As viaturas saíram em perseguição e os policiais observaram que um dos ocupantes do Marea arremessou para fora dois objetos. Logo depois, os policiais conseguiram fazer a abordagem do veículo com busca pessoal e veicular. Quem dirigia o carro era Maxuel. Ele foi questionado sobre o porquê não parou quando recebeu a ordem policial. De acordo com o relato policial, Max respondeu que que um dos ocupantes disse para ele não parar porque estava “enrolando um baseado”.

Uma viatura então retornou ao local onde foram arremessados os objetos e localizou uma arma de fogo e porções de pasta-base de cocaína e maconha. Os policiais encontraram também uma substância esbranquiçada e uma balança dentro de uma sacola plástica. Perguntado aos ocupantes sobre qual deles era dono dos materiais descartados, Gean, Gabriel e Mikeias assumiram a responsabilidade pelo material encontrado pelos policiais às margens da rodovia.

Disseram que tinha contratado Maxuel, que é motorista da Uber, para uma corrida até Chapada dos Guimarães e que Valter somente foi como acompanhante de Maxsuel. Diante dos fatos, todos foram detidos e encaminhados para a Central de Flagrantes em Cuiabá para registro dos fatos. O veículo também foi apreendido e deixado no pátio da Central de Flagrantes no bairro do Planalto, na Capital.

Na manhã deste domingo (4) o veículo com placa do município de Salto do Céu (371 Km a oeste de Cuiabá) continuava no pátio da Central de Flagrantes. A reportagem não conseguiu saber o desfecho em relação aos jovens detidos, se foram liberados, ou se o delegado plantonista manteve as prisões em flagrante para que os suspeitos sejam submetidos a audiência de custódia.

Histórico criminal de Max, apontado como motorista da Uber

Consta no boletim da PM que Maxuel tem passagens criminais pelos crimes de receptação (artigo 180 do Código Penal) e associação criminosa (artigo 288). Na consulta processual no site do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o Gazeta Digital constatou que ele é réu pelo crime de assalto a mão armada (artigo 257), numa ação penal que tramita na 5ª Vara Criminal de Cuiabá.

O processo é resultado de um inquérito policia instaurado em face do auto de prisão em flagrante para apurar os crimes de roubo qualificado, associação criminosa, resistência e receptação, praticados no dia 5 de setembro de 2014, por volta das 04h10, numa residência da Rua Tucunaré, no bairro Dr. Fábio 2, em Cuiabá, em tese, por Maxsuel Almeida Araújo e Jones Olivera de Moraes. Na ação, ainda não tem sentença condenatória ou de abolvição dos réus.

Vale destacar que para ser motorista cadastrado na plataforma Uber é preciso atender os requisitos exigidos pela empresa, como por exemplo, o veículo que precisa atender critérios quanto ao ano de fabricação e itens como ar condicionado.

Uber desmente

Na tarde de segunda-feira (5) a assessoria de imprensa da Uber entrou em contato com o Gazeta Digital e desmentiu a versão de que Maxsuel seja um motorista parceiro do aplicativo. Garantiu que tanto o motorista quanto o veículo Fiat Marea de placa KAN - 8555 não estão cadastrados na plataforma Uber. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua avaliação do governo Temer nesse final de mandato?

Parcial

Edição digital

Domingo, 21/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,35 -0,49%

Algodão R$ 93,07 -0,51%

Boi a Vista R$ 126,17 -0,06%

Soja Disponível R$ 69,00 -0,72%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.