Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 23/08/2019

Polícia - A | + A

invadiam casas 19.07.2019 | 16h43

Grupo criminoso é desarticulado após a prisão 6 homens em Várzea Grande

Facebook Print google plus

PJC-MT

PJC-MT

Seis mandados de prisão preventiva contra criminosos envolvidos em roubos majorados foram cumpridos pela Polícia Civil, em ação deflagrada nesta sexta-feira (19), pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

 

O trabalho resultou na desarticulação de uma associação criminosa especializada, cujos integrantes tiveram as ordens de prisão decretadas pela Justiça com base em investigações da delegacia.

 

Leia também - Mulheres presas por tráfico escondiam drogas no travesseiro

 

Entre os presos estão, Charles Júnior Almeida da Silva, João Guilherme de Souza Alvez e Alys Roberto Lima da Silva, identificados como autores do um roubo majorado ocorrido no dia 27 de junho, em uma residência no bairro Jardim Itororó.

 

Na ocasião, os criminosos permaneceram nas imediações da residência, monitorando o local, esperando o momento em que a vítima chegou em casa com o seu filho. Enquanto o portão abria, dois criminosos (João Guilherme e um menor de idade) em posse de arma de fogo, renderam a vítima e invadiram a residência.

 

Do lado de fora da casa, os outros dois suspeitos (Charles Junior e Alys Roberto) davam cobertura interceptando a frequência da Polícia Militar, utilizando um rádio HT. No assalto, os criminosos subtraíram uma televisão LCD, um video-game Playstation, aparelhos celulares, entre outros produtos.

 

De acordo com a delegada da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, os suspeitos integram uma associação criminosa extremamente violenta, que costuma recrutar adolescentes para a prática de roubos. “Além da grave ameaça com emprego de arma de fogo, os integrantes da quadrilha costumam agredir fisicamente as vítimas com socos e chutes”, disse.

 

Segundo as investigações, Charles Júnior e Alys Roberto coordenavam as ações criminosas e procuram ficar do lado de fora dos locais que seriam roubados para não serem reconhecidos pelas vítimas. O suspeito, João Guilherme junto a um adolescente eram os responsáveis por invadir os alvos e atuar na linha de frente dos assaltos.

 

Durante os trabalhos, também foi constatado que Alys o trabalhava como motorista de aplicativo, porém a ocupação servia apenas de “fachada”, uma vez que ele utilizava o veículo para as práticas criminosas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Qual seria o maior avanço da ciência?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 23/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,80 -0,83%

Algodão R$ 90,45 -0,15%

Boi a Vista R$ 129,95 -0,42%

Soja Disponível R$ 65,40 0,00%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.