Publicidade

Cuiabá, Sábado 17/08/2019

Polícia - A | + A

CONHECIDOS DA POLÍCIA 12.08.2019 | 10h30

Polícia Civil prende acusados de roubar gados em fazendas na baixada cuiabana

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Quatro pessoas envolvidas no roubo de 44 cabeças de gado, ocorrido na noite de sexta-feira (9), foram presas em flagrante pela Polícia Civil, durante diligências investigativas da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. A ação resultou ainda na recuperação de todo gado roubado, que foi localizado em uma fazenda em Diamantino.

 

Pablo de Oliveira, 32, o “Gauchinho” Vladimir Marques da Cunha, 50, Levinaldo Fernandes de Oliveira, 34, conhecido como “Zóio” e João Ferreira Barroso Filho, 37, foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado e associação criminosa,

 

Os suspeitos já eram investigados pela Derf Cuiabá pelo envolvimento em roubos em propriedades rurais, quando foram identificados como autores do roubo de 44 bezerros, subtraídos na noite de sexta-feira (09), de uma fazenda, localizada entre os municípios de Várzea Grande e Jangada.

 

Na ocasião, dois homens armados renderam o caseiro da propriedade, que foi mantido amarrado, até que os demais integrantes do grupo chegassem com o caminhão utilizado para levar o gado.

 

Leia também - Carreta carregada de algodão pega fogo em rodovia de MT

 

Durante as investigações, a equipe da Derf apurou que Vladimir atuou como motorista do caminhão que transportou o gado e também foi quem escolheu a fazenda que seria alvo do roubo.

 

Os demais suspeitos, Levinaldo e João Barroso, tinham a missão de separar e embarcar o gado roubado e Pablo era quem levava os criminosos ao local do crime.

 

Com a identificação dos autores, os policiais da Derf iniciaram as diligências para localizar e prender os suspeitos, sendo Vladimir e Levinaldo presos no bairro Alameda em Várzea Grande.

 

Pablo foi capturado no bairro Santa Rosa, em Cuiabá e João Barroso, no bairro Jardim Tropical também na capital.

 

Os suspeitos foram conduzidos a Derf, onde interrogados pelo delegado Eduardo Rizzoto de Carvalho, confessaram a participação no roubo e disseram que receberiam aproximadamente R$ 2, 5 mil pela prática criminosa.

 

Com base nas informações passadas pelos detidos, os policiais continuaram as diligências conseguindo localizar os animais roubados, na fazenda na zona rural de Diamantino.

 

O gado, que já estava com outra marcação, foi separado e devolvido ao verdadeiro proprietário.

 

Os veículos utilizados no roubo (um Ônix e uma caminhonete S-10) também foram apreendidos e encaminhados a Derf.

 

Segundo o delegado, Eduardo Rizzoto, as investigações estão em andamento para identificar e prender outros envolvidos nos crimes.

 

“Todos os quatro presos são criminosos bastante conhecidos das Forças Policiais de Cuiabá e Várzea Grande, como criminosos contumazes de gado, estando inclusive dois deles envolvidos em um assalto recebente em uma fazenda em Chapada dos Guimarães”, destacou o delegado.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O noticiário diário costuma influenciar o seu humor?

Parcial

Edição digital

Sábado, 17/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,69 -1,99%

Algodão R$ 94,30 -0,50%

Boi a Vista R$ 133,00 0,00%

Soja Disponível R$ 65,00 0,31%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.