Cuiabá, Quarta-feira 20/03/2019

Polícia - A | + A

EM CUIABÁ 27.02.2019 | 10h37

Polícia prende 15 integrantes de organização criminosa de roubos, furtos e homicídios

Facebook Print google plus

PJC-MT

PJC-MT

Quatorze integrantes de uma organização criminosa investigada em roubos e furtos ocorridos  em chácaras e empresas (frigorífico e lojas eletrodomésticos), no município de  Várzea Grande, tiveram mandados de prisão cumpridos na manhã desta quarta-feira (27), na operação Maktub (expressão árabe “já estava escrito”).  

 

Leia também - Encontrado corpo de jovem desaparecido no primeiro dia de trabalho em armazém

 

Todos os criminosos têm passagens por roubos, furtos e receptação. Cinco deles também respondem por homicídio.   A operação foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos (Derf) do município, com apoio de policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE) e Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).   

 

Na ação, uma pessoa também foi presa em flagrante, somando, ao todo, 15 presos na operação coordenada pelos delegados de polícia Elaine Fernandes, Afonso Monteiro e Guilherme Bertoli.   

 

A delegada titular da Derf, Elaine Fernandes, explicou a operação. “Essa ação objetiva reprimir a prática de crimes patrimoniais em Várzea Grande, sobretudo, roubos e furtos, de modo a desarticular as associações criminosas que vem aterrorizando o município”, disse.   

 

Dentre os alvos presos está Geovan Santana da Silva, que teve o mandado cumprido em chácara na região do Bandeira em Cuiabá. Conforme a investigação, Geovan integra a quadrilha que praticou roubos a chácaras na região da Passagem da Conceição.   

 

Um deles ocorreu na madrugada do dia 22 de agosto de 2018, quando invadiu uma chácara na localidade, juntamente com comparsas. Todos munidos de arma de fogo, arrombaram a porta da residência, renderam os familiares e subtraíram: aparelhos celulares, dinheiro, documentos pessoais, dentre outros pertences e empreenderam fuga com o veículo da vítima, um  Voyage, Placa NPL, 1292.   

 

As vítimas afirmaram que Geovan era um dos mais violentos. Segundo elas, o criminoso mantinha a arma apontada na cabeça da vítima e o tempo todo ameaçava atirar. Em dado momento pegou uma faca e ameaçou de cortar as mãos e as pernas das vítimas.   

 

Outro criminoso, Donato Silva Nascimento, teve a prisão decretadas pelo roubo ocorrido em frigorífico de Várzea Grande. Na ocasião, ele e mais dois comparsas invadiram o local no dia do pagamento dos funcionários, renderam todos e mediante grave ameaça com o emprego de arma de fogo subtraíram cerca de R$ 80 mil.     

 

O suspeito (Donato) é acusado de ser um dos autores da tentativa de chacina ocorrida no bairro Jardim Imperador, em outubro de 2018, que culminou com dois mortos e dois feridos.   

 

Os alvos Eduardo Gonçalo dos Santos, Evandro Fernando de França e Vinícius Alexandre de Queiroz, conhecido por Mussum, são contumazes nas práticas criminosas. Eles integram a associação criminosa responsável pela prática de oito furtos mediante arrombamento e concurso de pessoas nas lojas Ricardo Eletro de Cuiabá e Várzea grande, deixando prejuízo de aproximadamente R$ 400 mil à empresa.   

 

O preso Wesley Sebastião de Arruda teve o mandado de prisão decretado no processo que responde por um roubo em um consultório de odontologia, no bairro Cristo Rei, crime ocorrido no ano de 2017. Munido de um revólver e acompanhado de uma mulher, que portava uma faca, ambos renderam funcionários e pacientes e subtraíram diversos pertences.   

 

Flagrante   

 

O criminoso Willian Pereira da Silva foi preso em flagrante durante a operação, acompanhado de um adolescente. Ele estava na posse de simulacro de arma de fogo. A Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) recebeu informações de que integrantes de uma associação criminosa iriam praticar roubo em um comércio na região central de Várzea Grande. A equipe efetuou vigilância e conseguiu impedir a execução do crime, autuando W illian pela prática decorrupção de menor e associação criminosa.   

 

Veja a lista dos presos  e suas passagens: 

 

1. Alex da Costa Lima (artigo 121) 

2. Amilton Aparecido Teixeira ou Alécio Aparecido Teixeira (Artigo 155)

3. Atila Amaral Domingos dos Santos (Art. 155, 157)

4. Donato Silva Nascimento (Art.157, 180, 121 (chacina/ roubo frical)

5. Eduardo Gonçalo dos Santos  (Art.155 (quadrilha Mussum)

6. Evandro Fernando de França (Art. 155, 157, 180 (quadrilha Mussum)

7. Felipe Henrique da Conceição (Art. 157)

8. Geovan Santana da Silva (Art. 157)

9. Jose Luiz Pereira Guedes (Art. 121)

10. Marton da Silva Lisboa (Art. 157, 121,33)

11. Natanael Maiko Bernardo da Silva (Art. 157, 180, 33, 121)

12. Sebastião Pereira Cardoso  (Art. 121)

13. Vinicius Alexandre de Queiroz (Mussum) (Art. 155, 157, 180)

14. Wesley Sebastião de Arruda (157- roubo a mão armada consultório odontológico em 2017)

 

Flagrante

 

1 – Willian Pereira da Silva (corrupção de menores / associação criminosa) -pistola simulacro.   

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Brasil deveria interferir na situação na Venezuela?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 20/03/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 17,80 -1,11%

Algodão R$ 90,36 -0,04%

Boi a Vista R$ 135,00 0,00%

Soja Disponível R$ 66,90 -0,59%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.