Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 16/09/2019

Polícia - A | + A

assassino cruel 07.09.2019 | 12h07

Suspeito de matar namorado e sogro roubou arma de avó da vítima

Facebook Print google plus

Reprodução/João Vieira

Reprodução/João Vieira

A primeira Promotoria de Justiça Criminal de Chapada dos Guimarães, do Ministério Público Estadual (MPE), informou neste sábado (7) que está acompanhando as investigações do duplo homicídio e uma tentativa por violência doméstica ocorrido na última quinta-feira (5), às 19h30, na comunidade de Lagoinha.

O acusado de matar a namorada de apenas 17 anos e o pai da jovem, Luiz Felipe da Silva Alves, 24, está foragido. Ele ainda atirou contra a sogra, que está internada em estado grave no Pronto-Socorro de Várzea Grande. O suspeito tem um mandato prisão aberto por estupro cometido em outra cidade. Desde sexta-feira, a polícia está em buscas contínuas para prender o suspeito.

 

Leia também - Exame genético confirma coautoria de viúvo na morte da mulher


A adolescente A.G.S.B e seu pai morreram no local do crime. A  mãe, segundo a promotora de Justiça Solange Linhares, encontra-se em estado grave. De acordo com as informações, o suspeito subtraiu a arma da família do avô da namorada para cometer os crimes. 


Conforme a promotora de Justiça, os fatos relacionados ao crime chegaram ao conhecimento da polícia no dia 26 de agosto, quando a jovem e a sua mãe registraram boletim de ocorrência por ameaça e estupro. No mesmo dia, várias providências foram adotadas mas, infelizmente, não foram suficientes para evitar as mortes.

Tragédia anunciada 

A adolescente A.G.S.B, que até 2018  vivia com a vó no município de Juara (a 754 Km de Chapada dos Guimarães),  sofreu, em menos de um ano de namoro, a primeira ameaça do seu namorado e principal suspeito do crime, Luiz Felipe da Silva Alves. Desde o início do relacionamento, conforme consta em seu depoimento à Polícia Civil, o namorado dizia  que não gostava de ser contrariado e a primeira comprovação veio após ela ter se recusado a manter relação sexual.


Assustada, a jovem relata que tentou terminar o namoro, mas ele não aceitou,  disse que estava fora de si e que isso não aconteceria mais. Mesmo com medo, ela conta que não conseguiu por fim a relação. No dia 24 de agosto, dois dias antes de seu aniversário, seus pais estavam preparando a comemoração quando ela disse que foi até a casa do namorado e ele não a deixou sair com sua irmã, levando-a a um quarto e novamente com um revólver forçou-a a manter relação sexual.

Ao voltar para a casa dos pais, onde já estava acontecendo a festa, A.G.S.B disse ter contato para uma amiga o ocorrido que a orientou a falar para a sua mãe. Após tomar conhecimento dos fatos, a mãe da vítima, Cristiane da Silva Belém, decidiu registrar o boletim de ocorrência na delegacia de Chapada dos Guimarães. (Com informações da assessoria)

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Quem é o principal culpado pelas queimadas?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 16/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,00 -1,87%

Algodão R$ 94,26 1,35%

Boi a Vista R$ 135,13 -0,27%

Soja Disponível R$ 71,50 -0,42%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.