Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 24/05/2019

Política de MT - A | + A

Mesmo com a crise 08.03.2019 | 07h10

AL faz licitação para compra de 35 mil canetas esferográficas

Facebook Print google plus

Está em andamento na Assembleia Legislativa (ALMT) pregão para a compra de materiais de expediente no valor de R$ 1,9 milhão. O que chama a atenção no certame são as quantidades, como 35 mil canetas esferográficas, 12 mil blocos de papel adesivo, mil caixas de elástico de dinheiro, 20 mil pilhas e até 200 pincéis para pintura.

 

Constam na lista de materiais solicitados mil prendedores de papel, 2 mil tesouras, 1.500 estiletes, 20 mil DVDs, 20 mil CDs, mil agendas de capa dura, 1.500 "cadernos de secretária", 1.500 agendas executivas, 10 mil borrachas brancas, 10 mil lápis pretos, 5 mil apontadores, 3 mil lapiseiras, 10 mil canetas marca texto, mil porta canetas de plástico, 8 mil caixas de clipes de papel, 2 mil tubos pequenos de cola branca, entre outros itens.

 

Leia também - Membros de órgãos públicos serão ouvidos pela CPI da AL

 

O resultado da licitação, que foi dividida em 25 lotes, foi divulgado no Diário Oficial de 06 de março e teve início em 30 de novembro de 2018. Sete empresas ganharam esses lotes e vários questionamentos foram feitos pelas instituições que não ganharam o certame, com direito a pedido de impugnação da licitação junto ao Poder Judiciário.

 

Segundo consta no edital de abertura, a licitação é para o “registro de Preços para futura e eventual aquisição de materiais de expediente para atender a demanda da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, conforme condições, quantidades e exigências estabelecidas”. O certame foi presencial e do tipo menor preço por lote.

 

Outro lado

 

A reportagem tentou entrar em contato com a presidência e assessoria da presidência da Assembleia Legislativa, mas não foi atendida.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jair Kauffman - 09/03/2019

Possivelmente farão outra licitação, na sequência, para comprar tinta para as canetas, enquanto isso, muitas rodovias continuam interditadas, sem condições de escoamento da safra.

Adiles - 09/03/2019

Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

ana - 08/03/2019

qualquer profissional tem a maioria destas coisas. pq NÓS precisamos pagar por elas. Já não chega café, lanches e outros??????

3 comentários

1 de 1

GD

GD

Publicidade

Enquete

O que você pensa sobre a militarização das escolas públicas?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 24/05/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,60 0,51%

Algodão R$ 98,02 -0,95%

Boi a Vista R$ 132,77 0,11%

Soja Disponível R$ 69,79 0,04%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.