Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 16/09/2019

Política de MT - A | + A

'DANÇA DE PARTIDOS' 08.09.2019 | 08h30

Barbudo diz que convencerá Selma a ficar no PSL e nega enfraquecimento

Facebook Print google plus

Otmar de Oliveira

Otmar de Oliveira

Presidente do PSL em Mato Grosso, o deputado federal Nelson Barbudo, reitera a sua insatisfação com a possível saída da senadora Selma Arruda do partido. Além disso, ele afirma que “dança de partidos” é normal na política, mas que ainda tentará convencê-la a permanecer na sigla.

 

“Isso é normal na política. A política é como o céu, cada vez que você olha nele, as nuvens estão de um jeito. Essa dança de partido é normal, ela nunca me traiu, eu nunca tive problema com ela e eu nunca a trairei”, afirmou o deputado na noite da última quinta-feira (5).

 

Questionado sobre um possível enfraquecimento do partido, uma vez que grandes nomes se posicionaram em deixar a sigla – exemplo de Alexandre Frota (PSDB-SP), Major Olímpio (SP) e Soraya Thronicke (MS) –, Barbudo explica que é normal essa ‘dança de partidos’ para aqueles que começam agora na vida política.

 

Leia também - Bolsonaro assina concessão de 4 aeroportos de Mato Grosso

 

“Nos primeiros 6 meses de governo é normal essa dança. As pessoas principalmente quando não são políticos, como Major Olimpio, Soraya e a Dra. Selma, eles não tem uma vida inteira politica e eles estão procurando a acomodação deles”, disse.
O deputado ainda afirma que o motivo da saída de Selma não está muito claro. Entretanto, ele nega que a motivação tenha sido por desavenças com o diretório nacional do PSL em Brasília.

 

Nesta tarde de sexta-feira (6) haverá uma reunião para discutir a possível saída de Selma do PSL. Barbudo afirma que o relacionamento entre eles não ficará comprometido, assim como o da senadora com o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

 

Vamos conversar com ela e perder a senadora é muito ruim para o partido. Nós vamos tentar convencê-la, e vamos primeiro tentar saber o porque. Até hoje ela não me posicionou o motivo da saída dela, se é que vai sair. Amanhã a tarde ela deve participar da reunião e deve expor o motivo que a leva a tomar tal atitude”, disse.

 

Em nota de esclarecimento para a imprensa, a senadora também não revelou o motivo de sua desfiliação, mas ela já vem conversando com o deputado José Medeiros para uma provável ida ao Podemos.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Quem é o principal culpado pelas queimadas?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 16/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,15 0,21%

Algodão R$ 98,91 -0,19%

Boi a Vista R$ 137,00 1,01%

Soja Disponível R$ 69,10 -0,58%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.