Cuiabá, Sexta-feira 19/10/2018

Política de MT - A | + A

09.08.2018 | 07h15

Botelho aposta em eleição de dois turnos em Mato Grosso

Facebook Print google plus

Deputado estadual e candidato à reeleição, Eduardo Botelho (DEM) acredita que os mato-grossenses terão que ir às urnas por duas vezes para escolher quem será o governador do Estado, no pleito eleitoral deste ano. Acreditando em uma campanha competitiva, ele afirma que esta será a eleição da oportunidade.

Leia também - Fiuza é diplomado senador após cassação de José Medeiros

“Eu acho que vai ser uma eleição que vai dar oportunidade, que vai ser uma eleição em dois turnos. Acredito que seja para escolher as melhores propostas e, no segundo turno, escolher quem é a pessoa que pode fazer melhor o que ele [eleitor] escolheu como as melhores propostas”, explicou, durante entrevista à Rádio Vila Real, nesta quarta-feira (8).

Vila Real FM

Eduardo Botelho

Caso a avaliação de Botelho esteja correta, Mato Grosso viverá um fato inédito em sua história, já que nunca houve segundo turno para a escolha do chefe do Executivo estadual.

O parlamentar avalia como positivo um cenário com vários candidatos, não só para governador, bem como para senador e demais cargos, já que isso dá ao eleitor mais possibilidades. “É bom para o eleitor. O eleitor vai ter oportunidades de avaliar todos os candidatos”, disse.

A respeito dos 3 principais nomes a governador, Wellington Fagundes (PR), Pedro Taques (PSDB) e Mauro Mendes (DEM), a quem está ligado partidariamente, Eduardo Botelho afirmou que no caso do primeiro, já vinha “desempenhando um bom trabalho como senador” e “fazendo uma boa articulação”. Sobre Taques, o deputado disse que ele “teve seus erros e seus acertos” e que a população fará a avaliação final. Já a respeito de Mendes, o político lembrou que o democrata saiu da Prefeitura de Cuiabá, em 2016, com 80% de aprovação do eleitorado. “Foi um grande prefeito em Cuiabá”, destacou.

Além desses, também concorrem à vaga de chefe do Palácio Paiaguás o servidor público e líder de movimento de rádios comunitárias Moisés Franz (PSOL) e o ex-superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Arthur Nogueira, que somam 5 candidatos no total. “É melhor assim do que ter só dois candidatos”, afirmou Botelho.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua expectativa sobre os políticos que vão ocupar o Congresso Nacional?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,85 -0,91%

Algodão R$ 119,75 0,53%

Boi a Vista R$ 130,00 0,00%

Soja Disponível R$ 70,80 -0,70%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.