Cuiabá, Domingo 21/10/2018

Política de MT - A | + A

11.09.2017 | 10h43

Contrato do VLT é suspenso por mais 30 dias

Facebook Print google plus

O contrato entre o Governo do Estado e o Consórcio VLT foi suspenso por mais trintas dias após decisão do juiz federal Ciro José de Andrade Arapiraca, da 1ª Vara Federal em Mato Grosso. O pedido de suspensão foi feito por parte do Poder Executivo. O magistrado considerou também sem efeitos jurídicos os documentos relacionados às minutas que foram apresentados pelo Estado e pelo Consórcio VLT Cuiabá. A decisão foi proferida na última sexta-feira (8).

O juiz pede ainda documentos que comprovem o funcionamento do material rodante “ou seja, que comprove as perfeitas condições de uso dos equipamentos necessários à regular e ideal utilização destes em eventual implantação do modal, obrigação que deve perdurar até o encerramento do prazo contratual, tudo sob pena de responsabilização das partes pelo descumprimento dos comandos judiciais proferidos nos autos”.

Ciro, porém, indeferiu o pedido de bloqueio de ativos financeiros do Consócio, “bem assim, subsidiariamente, a negativa de determinação de constrições judiciais de bens das Requeridos, até o importe de 497,99 milhões de reais, sem prejuízo de nova análise da pretensão, caso sejam relatados fundamentos relevantes para tanto e apresentada a devida individualização de valores”.

O pedido de suspensão foi autorizado pelo governador Pedro Taques (PSDB) após a deflagração da “Operação Descarrilho”. A investigação apura pagamento de propina na escolha do modal e na execução da obra.

Nas investigações já realizadas, foram colhidos indícios de pagamentos de propina envolvendo empresas, agentes públicos e o consórcio executor da obra que consumiu R$ 1,077 bilhão e está parada desde o final de 2014 durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

A proposta do Governo e do consórcio era retomar os serviços ao custo de R$ 922 milhões. As obras seriam concluídas em até 24 meses.

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

Qual sua avaliação do governo Temer nesse final de mandato?

Parcial

Edição digital

Domingo, 21/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,40 -0,47%

Algodão R$ 95,03 0,14%

Boi a Vista R$ 131,00 0,28%

Soja Disponível R$ 69,50 0,72%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.