Cuiabá, Quinta-feira 21/02/2019

Política de MT - A | + A

SONEGAÇÃO FISCAL 11.02.2019 | 11h00

Deputado afirma que CPI atingirá gente poderosa em MT

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Autor do requerimento que busca instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa (ALMT) para investigar sonegação e renúncia fiscal, o deputado Wilson Santos (PSDB) acredita que o rombo pode ultrapassar R$ 2 bilhões.

 

Leia também - Juíza manda anexar delação de ex-secretário em ação da Rêmora

 

O parlamentar disse em entrevista na Rádio Vila Real, do Grupo Gazeta de Comunicação, que a investigação é perigosa, já que mexe com interesses financeiros. “Nós vamos mexer com gente poderosa, com gente grossa. Com gente que sonega, e que sonega grosso”, disse nesta segunda-feira (11).

 

Wilson pontuou que a CPI não terá pressão do governo para que deputados da situação retirem suas assinaturas. "Eu falei com o secretário da Casa Civil, Mauro Carvalho, me garantiu que o governo não fará pressão nenhuma”.

 

A CPI será formada por 5 deputados titulares e 5 suplentes. “Caberão aos líderes de blocos a indicação e a proporcionalidade de cada bloco”.

 

O deputado revelou que um empresário do ramo de combustíveis relatou que só em seu segmento a sonegação chega a R$ 100 milhões ao ano. Segundo o parlamentar, as outras duas CPIs realizadas na ALMT, de 2014 e 2016, com o mesmo objetivo, não produziram resultados necessários.

 

De acordo com o deputado, não ocorreu devolução de valores para os cofres do estado e punição de ninguém. “Nós vamos começar esta CPI dando aos órgãos de controle, como Ministério Público do Estado, Ministério Público Federal, Controladoria-Geral do Estado, a oportunidade para que eles possam apresentar quais foram os procedimentos, quais foram as medidas tomadas pelas CPIs de 2014 e 2016".

 

O pedido da CPI, que já conta com 9 assinaturas, deve ser apresentado nesta terça-feira (12) durante sessão plenária. Assinaram Elizeu Nascimento (DC), Valdir Barranco (PT), Lúdio Cabral (PT), Janaina Riva (MDB), Dr. João (MDB), Thiago Silva (MDB), Delegado Claudinei (PSL), João Batista (Pros) e o próprio Wilson Santos.

 

(Com informações da assessoria)

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Trocaria a energia elétrica pela energia solar em sua casa?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 21/02/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,30 -0,52%

Algodão R$ 91,99 -1,10%

Boi a Vista R$ 138,00 0,12%

Soja Disponível R$ 57,00 -2,56%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.