Cuiabá, Sábado 20/04/2019

Política de MT - A | + A

SEGUNDO MENDES 07.02.2019 | 07h25

Executivo queria reduzir incentivos, mas AL tirou do projeto, diz Mendes

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

Os incentivos fiscais com previsão de R$ 3,4 bilhões para 2019 estavam programados para sofrer reduções nos projetos encaminhados pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa. No entanto, o corte de 15% nas renúncias fiscais foi retirado do texto pelos deputados. O governador Mauro Mendes garante que o recuo ainda será feito.

 

Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, na quarta-feira (6), o governador voltou a falar dos incentivos, que foram alvo de críticas dos servidores públicos quando o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) estava em debate.

 

Leia também - Governo sanciona LRF estadual e tira FEX do cálculo para RGA

 

“Nós colocamos na lei que mandamos estimativa de corte de 15% e a Assembleia infelizmente fez uma emenda supressiva e tirou isso da lei. Mas independente da lei, nós estaremos trabalhando, porque aquilo que estiver errado, não tenha dúvida que nós iremos cortar, revisar e modificar para o bem do estado de Mato Grosso”, afirmou Mendes.

 

Apesar de falar em cortes, o governador pediu cautela da população, pois muitos incentivos impactariam diretamente na mesa, e no bolso, da sociedade. “Tem incentivo fiscal para cesta básica, para remédios e estão nesse cálculo. Aqui em Mato Grosso o Prodeic é de R$ 1,8 bilhão, menos da metade desse grande número. Os demais são incentivos fiscais para toda a população. Se eu tirar esses incentivos, o custo da cesta básica, do arroz, do feijão, da carne, vai crescer no estado”.

 

Mesmo com o aumento da arrecadação vinda da arrecadação fiscal, Mendes afirma que nem tudo será usado para benefícios dos servidores, como o pagamento da RGA.

 

“O servidor merece o nosso respeito, nós estamos fazendo isso para equilibrar o Estado e voltar a pagar salário em dia. Mas, Mato Grosso tem mais de três milhões de habitantes e todo cidadão paga essa conta. Nós temos que controlar bem o Estado, se não cobra mais imposto e não devolve serviço, como não tem devolvido serviço com qualidade”, afirmou Mendes.

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Desenhos animados podem influenciar no comportamento das crianças?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 19/04/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,60 1,23%

Algodão R$ 90,27 -0,09%

Boi a Vista R$ 131,02 -0,02%

Soja Disponível R$ 62,90 -2,48%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.