Cuiabá, Sexta-feira 14/12/2018

Política de MT - A | + A

'comprados' 23.11.2018 | 07h41

Pedetistas rebatem acusações de deputado Zeca Viana

Facebook Print google plus
Lázaro Thor Borges

lazaro@gazetadigital.com.br

Divulgação/Assessoria

Divulgação/Assessoria

Vereadores e membros do PDT acusados por Zeca Viana (PDT) de terem sidos “comprados” para não apoiá-lo nas eleições deste ano rebateram as afirmações do parlamentar nesta quinta-feira (22). Eles dizem que o fato de Zeca ter deixado de visitar sua base eleitoral, de falar e de manter contato com os correligionários do interior é que fez com que seus apoiadores o deixassem.  

 

Leia também - Zeca Viana alega que não se reelegeu porque vereadores se venderam

 

Segundo membros do PDT ouvidos pela reportagem de A Gazeta, o deputado se dedicou demais à candidatura de sua filha, Renata Viana, e deixou que apenas ela fizesse o papel de visitar os municípios para falar com os apoiadores.   

 

“Eu, por exemplo, não me sinto comprado. Não aconteceu nada disso de nossa parte, o que ocorreu foi que o Zeca ficou muito restrito a Renata. Ele fez uma campanha que foi muito só ele e a Renata”, afirmou Fábio Cardoso, vereador por Rondonópolis, que foi candidato a deputado federal este ano.   

 

A declaração rebatida foi dada em entrevista a Rádio Capital FM, também nesta quinta-feira, em Cuiabá. Segundo Zeca, o fato de ele ter se recusado a “comprar” apoiadores foi o que fez com que muitos vereadores do interior o abandonassem no meio da disputa.   

 

“A maioria absoluta dos vereadores foi toda comprada por outros candidatos. É lamentável a gente dizer isso, mas é a realidade”, afirmou Zeca. “Eu não exigi que vereador nenhum do PDT me apoiasse. A base de dinheiro, eu também não ia querer apoio de ninguém. Se eu não fiz por merecer, não era o meu dinheiro que ia fazer eu me reeleger”, completou o deputado.   

 

Zeca disse ainda que apenas os candidatos que gastaram muito saíram vencedores. “Culpo a Justiça Eleitoral, que é cega, surda e muda. Cria um monte de regrinhas, mas não sabe fiscalizar quem gasta R$ 10 milhões para se eleger. Não sabe fiscalizar políticos que usam do dinheiro público para comprar votos, apoio de lideranças, como aconteceu descaradamente”.

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre os ministros escolhidos por Jair Bolsonaro?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/12/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,20 -1,62%

Algodão R$ 94,00 -0,50%

Boi a Vista R$ 138,00 1,77%

Soja Disponível R$ 65,15 0,23%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.