Publicidade

Cuiabá, Sexta-feira 24/05/2019

Política de MT - A | + A

Assembleia Legislativa 12.03.2019 | 13h50

Primeira reunião da CPI da Sonegação termina sem definição dos membros

Facebook Print google plus

Assembleia Legislativa

Assembleia Legislativa

A primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa para combater sonegação fiscal terminou sem a completa definição dos membros. Instaurada na manhã desta terça-feira (5), a reunião foi presidida pelo deputado estadual Wilson Santos (PSDB), responsável pela abertura da CPI. Por enquanto, participam da Comissão os deputados Faissal Calil (PV), indicado pelo bloco “Independência”; Janaina Riva (MDB) e Elizeu Nascimento (DC), ambos do bloco “Resistência Democrática”.  

 

Leia mais - Membros de órgãos públicos serão ouvidos pela CPI da AL

 

A falta da definição de todos integrantes se deve a demora do deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), líder do bloco “Governistas”, em indicar outros dois nomes para compor o grupo. O deputado Wilson Santos destacou que a indicação deve ser feita ainda nesta terça-feira. “Se o deputado Dilmar não fizer a indicação dos nomes, conforme o regimento da Casa, caberá o presidente da AL, Eduardo Botelho (DEM) escolher os outros dois nomes”.   

 

O deputado Thiago Silva (MDB), que compareceu ao primeiro encontro da CPI, demonstrou interesse para a indicação de membro. Segundo ele, independente disso irá acompanhar os trabalhos da Comissão. Além de Thiago, podem ser indicados os deputados Carlos Avallone (PSDB) e Xuxu Dal Molin (PSC), os dois estão no bloco “Governistas”.   

 

Em discurso, Santos ressaltou que o primeiro passo da CPI será ouvir os representantes do Ministério Público Estadual, Ministério Publico Federal, Tribunal de Contas, Secretaria de Fazenda, Ministério, Delegacia Fazendária, Polícia Federal e Receita Federal. “Queremos saber o que foi feito nas outras duas CPI ´s contra sonegação fiscal e desmistificar a ideia de que CPI acaba em pizza”, pontou.  O deputado avisou ainda que não temerá usar a Justiça para convocar os representantes e empresários para serem ouvidos.    

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Publicidade

Enquete

O que você pensa sobre a militarização das escolas públicas?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 24/05/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,25 -4,28%

Algodão R$ 90,55 -0,65%

Boi a Vista R$ 135,33 0,00%

Soja Disponível R$ 68,00 0,59%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.