Cuiabá, Quinta-feira 21/02/2019

Política de MT - A | + A

Calamidade financeira 06.02.2019 | 07h30

Problema do Estado não foi Taques, afirma Zé Carlos do Pátio

Facebook Print google plus

Divulgação

Divulgação

Prefeito pela segunda vez de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) e deputado estadual por mais de 20 anos, José Carlos Junqueira de Araújo, mais conhecido como Zé do Pátio (SD), afirmou que a crise vivida em Mato Grosso não é culpa do ex-governador Pedro Taques (PSDB). O momento, segundo ele, faz parte da crise financeira enfrentada pelo país. Em entrevista exclusiva , o prefeito avaliou o estado de calamidade financeira e as alternativas para sair da crise.

 

“Está provado que o governador Pedro Taques, o problema não é ele, ele fez o máximo possível para buscar o equilíbrio do Estado. Foi firme. É um problema de economia, de situação financeira que o Estado está passando. Essa crise não é pontual de Mato Grosso, é do país inteiro”, avaliou o prefeito.

 

Leia também - TCE busca solução para calamidade financeira de Mato Grosso

 

Para Zé Carlos, além de cortar receitas, é importante reduzir as renúncias fiscais. “A situação do Estado é crítica. E nós temos que diminuir os incentivos fiscais. Essa é a saída do estado. O que nós temos que fazer é arrecadar nesse momento. E o governador tem que ser firme nessa questão. E também existe muita sonegação”.

 

Com essas medidas, o prefeito afirmou ser possível colocar as contas em dia e ainda garantir os direitos dos servidores. “A saída para isso é nós melhorarmos a arrecadação. Em Rondonópolis, eu procurei todos os anos garantir a RGA, nunca atrasei um dia o salário dos trabalhadores. Mas eu fui duro. Eu enxuguei, cortei gastos, procurei melhorar a receita. E estamos garantindo todos os direitos, pagando todos os fornecedores e servidores, mas temos consciência que é um momento difícil”.

 

A saída da crise, segundo o político, também passa pela ajuda dos deputados estaduais, que, independente do partido, devem se unir para encontrar soluções para a crise financeira vivida pelo Estado.

 

“O Estado está acima de qualquer coisa. É muito importante a classe política ser solidária com o governador. Da mesma forma que eu fui solidário com o governador Pedro Taques. Não podemos ser injustos e oportunistas nesse momento. É momento de dar a mão”, finalizou Zé Carlos do Pátio.

Voltar Imprimir

Comentários

Carlos Ehret - 06/02/2019

Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

1 comentários

1 de 1

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Trocaria a energia elétrica pela energia solar em sua casa?

Parcial

Edição digital

Quinta-feira, 21/02/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,25 -1,48%

Algodão R$ 94,35 0,70%

Boi a Vista R$ 132,25 0,32%

Soja Disponível R$ 70,74 -0,83%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.