Cuiabá, Sábado 22/09/2018

Política de MT - A | + A

03.12.2017 | 10h01

Projeto na Câmara prevê que moradores de ruas sem saída possam gerir a entrada de pessoas

Facebook Print google plus

O vereador Luis Claudio (PP) apresentou um projeto de lei que autoriza a gestão do acesso às pessoas nas ruas sem saída em Cuiabá e regulamenta o trânsito e circulação de pessoas e veículos nesses locais. O projeto entrará em votação, em regime de urgência, na próxima terça-feira (5), com o apoio unânime dos parlamentares.


Projeto prevê que moradores de ruas sem saída possam gerir acesso de pessoas

Uma vez aprovado, o projeto permitirá que os moradores solicitem identificação daqueles que circularem em vilas, travessas e ruas com características de “ruas sem saída” e que possuam pequena circulação de veículos em áreas residenciais.

A ideia é fruto de uma reunião realizada entre vereadores, corretores de imóveis e moradores afetados após ações judiciais impetradas pelo Ministério Público Estadual (MPE) pedindo a demolição das construções edificadas nas vias, como portões e guaritas, instaladas pelos próprios moradores a fim de diminuir a violência.

Em Cuiabá, aproximadamente 20 ruas já foram fechadas ao longo dos últimos 30 anos. De acordo com o vereador Luis Claudio, o projeto é uma solução para o impasse, uma vez que algumas construções já foram edificadas há muito tempo, não impedem o trânsito das pessoas e têm o único objetivo de garantir a segurança dos moradores.

“Todos os vereadores estão imbuídos de resolver essa situação dos moradores, que procuraram, de alguma maneira, obter a mínima segurança de suas casas. O projeto não foi feito apenas por mim, mas tem a mão de todos nós aqui presentes. Queremos resolver essa solução e evitar novas ações judiciais”, disse Luis Claudio.

O projeto prevê que os interessados em regulamentar a circulação de pessoas e veículos nas ruas com características de “ruas sem saída” deverão protocolar pedido junto ao Poder Executivo Municipal instruídos de documentos como declaração expressa de anuência de 70% dos proprietários dos imóveis situados nestes locais.

Brunna Maria/Câmara de Cuiabá

Iniciativa é do vereador Luis Claudio (PP)

Além disso, os interessados devem apresentar a cópia dos títulos de propriedade e da certidão de dados cadastrais dos imóveis pertencentes aos solicitantes, bem como o relatório descritivo da via, os imóveis abrangidos pelo pedido e o tipo de bloqueio a ser utilizado, como portão, abrigo, cancela, correntes ou similares.

Após o pedido, o Executivo vai indicar a forma como deve ocorrer o fechamento da via, bem como indicar, caso haja necessidade, as obras necessárias, inclusive viárias e de sinalização, para sua implementação. O projeto impede ainda que se crie obstáculos para a realização de serviços públicos, como tapa-buraco, poda de árvore, coleta de lixo e reparo da iluminação pública.

“Não estamos infringindo o direito de ir e vir, que é constitucional e será garantido por este projeto de lei. Estamos apenas garantindo a segurança dos moradores que já vivem nesta situação e daqueles que possam vir a precisar, desde que a prefeitura autorize”, encerrou.

 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

O horário político no rádio e TV está sendo útil na sua escolha pelos candidatos?

Parcial

Edição digital

Sábado, 22/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.650 -2.040

Algodão R$ 116.640 1.070

Boi a Vista R$ 129.650 0.360

Soja Disponível R$ 69.800 -0.710

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.