Publicidade

Cuiabá, Quarta-feira 21/08/2019

Política de MT - A | + A

VLT 18.04.2019 | 14h36

‘Quem vai dar a palavra final é o Judiciário’, avisa deputado

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB), que foi secretário de Estado de Cidades durante o governo Pedro Taques (PSDB) e responsável pelo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), não quis entrar nas especulações sobre a possível mudança de modal anunciada pelo governador Mauro Mendes (DEM). O parlamentar, disse que a decisão final sobre a novela virá do Poder Judiciário, onde tramitam várias ações sobre o tema.

 

Mendes pediu à população o prazo de um ano para analisar toda a documentação e projetos do VLT antes de anunciar alguma decisão. “Esse é uma assunto complexo, eu acho que o governador precisa de mais tempo para decidir sobre esse assunto. Esse é um assunto que tem prós e contras de todos os lados”.

 

Leia também - Questão do VLT não tem solução simples, afirma Mendes

 

Para Wilson, o modal depende do Judiciário, seja para o término da obra ou para a mudança para outra opção. “Essa é uma questão muito complexa que esse componente, esse elemento Justiça não pode ser descartado. Ninguém vai conseguir tocar um metro dessa obra ou mudar o modal sem o aval e a decisão da Justiça”.

 

O parlamentar lembra que o governo do Estado chegou a pedir a rescisão do contrato com a empresa, por não cumprimento do que foi estabelecido. “O governo anterior propôs a decisão unilateral do contrato, esse assunto está no Poder Judiciário estadual, que vai definir se mantém a decisão do contrato ou anula porque foi unilateral”.

 

A novela do VLT começou em 2009, quando esse modal venceu a dsputa contra o BRT (Bus Rapid Transit). A primeira denúncia sobre o caso ocorreu em 20122, mas foi contornada e o projeto aprovado pelo Ministério de Cidades. Em 2012 foi lançado o edital, com início da obra em junho do mesmo ano, com prazo previsto de conclusão de 24 meses. Na disputa entre o consórcio o governo, este determinou a paralisação das obras em dezembro de 2014 e ainda não houve retomada, ou decisão, sobre o VLT.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

Depois da Alemanha, a Noruega suspendeu repasses para a conservação da floresta Amazônica

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 21/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21,95 0,23%

Algodão R$ 95,29 -1,04%

Boi a Vista R$ 139,50 0,18%

Soja Disponível R$ 67,30 0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.