Cuiabá, Quinta-feira 20/09/2018

Política de MT - A | + A

11.10.2017 | 17h17

Sindicato denuncia atraso salarial e vai processar governo de MT

Facebook Print google plus
João Vieira/A Gazeta

A direção do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap) informou que vai acionar o governo do Estado na Justiça por causa da data de pagamento dos salários que passou a ser no 10º dia de cada mês e não mais no último dia útil do mês trabalhado como era anteriormente. Em nota a entidade classista informa que atrasos salariais têm sido constantes e por isso a direção decidiu que na próxima semana vai protocolar uma ação de obrigação de fazer contra o Estado.

“A decisão foi tomada na manhã desta quarta-feira (11), data em que ainda não havia sido depositado o salário dos servidores do Intermat e do Indea que compõem sua base tendo apenas a promessa do governo de que pagaria ao longo do dia 11”, diz o Sintap em nota.

Ainda conforme o Sintap, a medida se faz necessária “pelo fato de os servidores estarem, apesar de prejudicados com a mudança de data de pagamento, cumprindo o compromisso de trabalhar diariamente mesmo, muitas vezes, sem condições de trabalho para que o Estado não pare e têm ajudado Mato Grosso a arrecadar”.

Argumenta que com a volta da identificação da madeira feita desde julho pelo Indea já conseguiu trazer aos cofres públicos mais de R$ 5,5 milhões enquanto o Intermat aguarda concurso para fortalecer seu efetivo de servidores para ajudar ainda reaver o ativo de R$ 500 bilhões em terras que o Estado possui.

“Então, é estranho que a crise esteja cada vez mais grave e que o servidor, que tem apenas seu salário para sobreviver, seja sempre o mais penalizado por conta da efetiva falta de gestão”, questiona o Sintap.

Conforme os líderes sindicais ligados ao Sintap, dizem lamentar que a única forma de combate seja jurídica uma vez que, segundo eles, “diálogo quase nunca é feita pelo governador, que se limita a emitir notas que o salário não vai sair na data combinada somente na tarde do dia em que disse que faria os pagamentos deixando os servidores sem perspectivas de uma vida tranquila e de contas pagas”.

Outro lado - O Gabinete de Comunicação (Gcom) informou ao Gazeta Digital que, por enquanto, o governo não vai se manifestar sobre o assunto. Caso essa questão seja judicializada, quando houver notificação, o governo apresentará a defesa. 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Você sabe o que é o voto útil?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 19/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 21.400 0.710

Algodão R$ 117.240 -0.220

Boi a Vista R$ 128.250 -0.580

Soja Disponível R$ 78.000 -1.890

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.