Publicidade

Cuiabá, Domingo 15/09/2019

Política de MT - A | + A

NOVELA DOS R$ 60 MI 07.09.2019 | 17h10

‘Trabalha pouco e mente bastante’, rebate Mendes sobre cobrança de Emanuel

Facebook Print google plus

Mayke Toscano/Secom-MT

 Mayke Toscano/Secom-MT

Após a cobrança do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) sobre o repasse de R$ 62 milhões do Estado para a saúde de Cuiabá, o governador Mauro Mendes (DEM) se limitou em dizer novamente que o chefe do Executivo municipal “mente muito”.

 

Durante evento no Comando Geral da Polícia Militar na última quinta-feira (5), Mendes respondeu as críticas do prefeito sobre a falta de diálogo entre os dois, o que compromete o pagamento da dívida do Estado com o município.

 

Leia também - ‘Tudo tem limite’, diz Pinheiro após notificar Estado para receber R$ 62 milhões

 

“Por que ele nunca cobrou o Pedro Taques? Tem dívida desde 2016. Prefeito Emanuel Pinheiro conversa muito, falta muito, trabalha pouco e mente bastante”, rebateu.

 

Emanuel Pinheiro afirmou na quarta-feira que, apesar dos atrasos dos repasses para a saúde, ele e o então governador Pedro Taques sempre dialogavam para tratar da dívida.

 

“Ficava um ou dois meses sem repassar nada, mas sentava e negociava. Designou um secretário, o então secretário adjunto de Fazenda Serafim, para negociar constantemente com secretário de Fazenda da Capital, Antônio Roberto Possas de Carvalho. Constantemente havia os repasses, estava bastante atrasado, não era uma situação facil, mas havia um contato”, detalha.

 

Apesar dos atritos entre ele e Mendes, o prefeito reiterou também que está aberto para conversar, ainda em prol da capital mato-grossense. “O prefeito e o governador não precisam ser amigos, não precisam estar juntos, tomar cerveja juntos para trazer os benefícios para a Capital. mas é necessário que ambos tenham uma convivência institucional, republicana, de alto nível, porque Cuiabá precisa do Estado e o Estado precisa de Cuiabá”.

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

O governo de Mato Grosso decretou estado de emergência por conta das queimadas

Parcial

Edição digital

Domingo, 15/09/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,35 -0,89%

Algodão R$ 97,23 -0,20%

Boi a Vista R$ 133,94 -0,29%

Soja Disponível R$ 73,50 1,10%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.