Publicidade

Cuiabá, Sábado 24/08/2019

Política de MT - A | + A

PEla mesa pública 01.02.2019 | 15h13

Ulysses vota contra Botelho e quer alterar regimento interno

Facebook Print google plus

João Vieira

João Vieira

O deputado estadual Ulysses Moraes (DC) afirmou que foi surpreendido pela decisão judicial que descartou votação aberta na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Na manhã desta sexta-feira (1º), Eduardo Botelho (DEM) foi eleito, em sufrágio secreto, presidente da Casa de Leis. Segundo Ulysses, que votou contra Botelho, a forma como ocorreu não corresponde ao desejo da população.  

 

Leita também - Desembargadora rejeita pedido de diplomado para votação aberta na AL

 

“Nós fomos surpreendidos ontem à noite com essa decisão, indeferindo a questão da votação aberta, mas eu declarei o meu voto no plenário, meu voto foi aberto hoje. Este é um movimento não só em Mato Grosso, é um movimento nacional. A maioria dos senadores declararam que gostariam de ter o voto aberto. Na Câmara Federal também declararam que gostariam de ter a votação aberta. Isso nada mais é do que dar a transparência ao cidadão, a transparência que essa casa é obrigada”, explicou o deputado.   

 

A desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), negou na quinta-feira (31) pedido de Ulysses Moraes (DC) contra o deputado Eduardo Botelho (DEM) na tentativa de assegurar que a votação para a Mesa Diretora da Casa ocorra de forma aberta, ou seja, com a identificação dos votos de cada parlamentar.  

 

Em sua petição, o deputado afirmou que as Constituições (Federal e Estadual) não fazem menção sobre a necessidade da votação da Mesa Diretora ser secreta e que, na contramão disso, o regimento interno da ALMT prevê que a votação seja sigilosa, o que, para Ulysses, fere o princípio da publicidade.      

 

Derrotado na Justiça, o parlamentar prometeu lutar internamente por mais transparência. “Estaremos propondo uma mudança no regimento interno assim que ingressarmos. Nas próximas sessões. Para que essa casa seja mais transparente possível. Votei não e votaria não novamente”, finalizou.   

 

A votação  

 

A chapa “Experiência e Seriedade” foi eleita com 20 votos favoráveis, 3 votos contra e uma abstenção.   

 

Presidente: Eduardo Botelho (DEM) 

Primeira-vice-presidente: Janaina Riva (MDB)

Segundo-vice-presidente: João Batista (Pros)

Primeiro-secretário: Max Russi (PSB)

Segundo-secretário: Valdir Barranco (PT)

Terceiro-secretário: Valmir Moreto (PRB)

Quarto-secretário: Paulo Araújo (PP)  

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

Jornal do Meio Dia - JM

Jornal do Meio Dia - JM

GD

GD

Enquete

A Lei Maria da Penha fez 13 anos. A mulher está mais protegida contra a violência doméstica?

Parcial

Edição digital

Sábado, 24/08/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,85 0,24%

Algodão R$ 91,29 -0,23%

Boi a Vista R$ 135,00 0,00%

Soja Disponível R$ 71,80 1,13%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.