Cuiabá, Terça-feira 25/09/2018

Política Nacional - A | + A

13.03.2018 | 17h00

Até setembro se as coisas se tranquilizarem no Rio podemos aprovar reforma, diz Temer

Facebook Print google plus

O presidente da República, Michel Temer, afirmou nesta terça-feira, 13, que a intervenção das Força Armadas no Rio de Janeiro poderá não ser mais necessária em setembro e que, por isso, a discussão sobre a reforma da Previdência no Congresso poderia ser retomada nesse mês.

‘Acho que até setembro as coisas possam estar mais tranquilas no Rio‘, disse o presidente, durante evento da Federação das Associações Comerciais de São Paulo. ‘Se até setembro as coisas se tranquilizarem no Rio de Janeiro, podemos aprovar a reforma da Previdência‘, acrescentou.

Para Temer, a intervenção no Rio foi necessária porque há no Brasil um direito fora do Estado. Ele afirmou também que a medida tem o apoio de 84% das população e citou a criação do Ministério da Segurança Pública. ‘O Rio é uma vitrine, de modo que se enfrentarmos o problema lá, resolvemos o resto do País‘, disse. 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Você já anotou os números dos seis candidatos em quem irá votar nesta eleição?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 25/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.300 -1.980

Algodão R$ 119.900 0.130

Boi a Vista R$ 124.500 -0.200

Soja Disponível R$ 69.600 -0.710

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.