Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 15/07/2019

Política Nacional - A | + A

09.06.2015 | 10h09

Operação tem continuidade nesta terça-feira

Facebook Print google plus

Dando continuidade a 2ª fase da Operação Imperador, o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) deflagra nesta terça-feira o cumprimento de decisão judicial de sequestro de bens dos envolvidos no desvio de aproximadamente R$ 62.000.000,00 oriundos da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso evidenciados durante a Operação denominada Imperador.

Segundo decisão judicial que acatou pedido do Gaeco, fora decretado o sequestro de cerca de 110 imóveis (urbanos e rurais), 31 veículos e 01 aeronave de propriedade dos denunciados nas reiteradas práticas criminosas de crimes de peculatos e outros.

Também foi executado um mandado de busca e apreensão em um apartamento de alto luxo localizado na Avenida Atlântica, na cidade do Rio de Janeiro.

No início desta etapa das investigações, foi cumprido o Mandado Judicial de Busca e Apreensão de uma Aeronave Piper Aircraft, modelo PA-31T2, de propriedade de José Geraldo e Janete Riva, cujo sequestro foi decretado pelo Poder Judiciário visando ao ressarcimento de parte do dano ao erário.

Operação Imperador

Deflagrada pelo Gaeco em fevereiro deste ano, a operação resultou na prisão do ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva (PSD). Além do ex-parlamentar, outras 14 pessoas são acusadas de se envolverem em um esquema de desvio de dinheiro público, que gerou um rombo de R$ 62,2 milhões dos cofres do Estado.

Além do ex-parlamentar, foram denunciados a sua esposa, Janete Riva (PSD), que atuou como secretária estadual na gestão de Silval Barbosa (PMDB) e também se candidatou à governo do Estado nas últimas eleições, a qual perdeu em terceiro lugar. Também são rés da ação servidores públicos e empresários. São eles: Djalma Ermenegildo, Edson José Menezes, Manoel Theodoro dos Santos, Djan da Luz Clivatti, Elias Abrão Nassarden Junior, Jean Carlo Leite Nassarden, Leonardo Maia Pinheiro, Elias Abrão Nassarden, Tarcila Maria da Silva Guedes, Clarice Pereira Leite Nassarden, Celi Izabel de Jesus, Luzimar Ribeiro Borges e Jeanny Laura Leite Nassarden.

Conforme a denúncia promovida pelo Ministério Público (MPE-MT), o esquema ocorria por meio de falsas aquisições envolvendo cinco empresas do ramo de papelaria, todas de “fachada”. Segundo a denúncia do órgão, em apenas um ano essas empresas venderam mais de 30 mil toners à Assembleia Legislativa que, na época dos fatos, contava com apenas 150 impressoras.

As cinco empresas envolvidas no esquema são: Livropel Comércio e Representações e Serviços Ltda, Hexa Comércio e Serviços de Informática Ltda, Amplo Comércio de Serviços e Representações Ltda, Real Comércio e Serviços Ltda-ME e Servag Representações e Serviços Ltda.

Depoimento

Está marcada para a tarde desta terça-feira (09) a oitiva de José Riva, no Fórum de Cuiabá. O depoimento está previsto para às 13h30. Além do ex-parlamentar, os deputados Wagner Ramos (PR) e Pedro Satélite (PSD) foram arrolados como testemunhas de defesa do pessedista.

O republicano é considerado uma 'peça-chave' para a sessão de oitivas, uma vez que atuou como representante do legislativo entre 2005 e 2009, período onde é investigado o suposto rombo de R$ 62 milhões dos cofres públicos do Estado.

Como possuem foro privilegiado, os parlamentares escolheram esta data para falarem com a juíza Selma Rosane de Arruda, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá.

(Com assessoria)
 

 

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

João Soares da Costa - 10/06/2015

Parabéns à Justiça de Mato Grosso. Até que enfim estão sequestrando os bens dos ladrões que costumeiramente têm assaltado os cofres de nosso Estado. Quem sabe, a partir de agora, esse povo vai se conscientizar de que o crime não compensa.

RICARDO - 09/06/2015

O povo brasileiro não quer mais ver tudo acabar em pizza.

2 comentários

1 de 1

GD

GD

Enquete

O Congresso Nacional deve aprovar a lei que regulamenta a educação domiciliar?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 15/07/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,85 -0,95%

Algodão R$ 92,88 -0,26%

Boi a Vista R$ 134,00 0,00%

Soja Disponível R$ 65,10 -0,15%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.