Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Política Nacional - A | + A

14.06.2018 | 08h46

Pesquisa exclusiva - conheça o perfil do presidente que o brasileiro quer

Facebook Print google plus

A maior parte dos brasileiros não quer que o próximo presidente eleito esteja envolvido em processos com a Justiça. Este perfil foi levantado pela “Pesquisa de Opinião Pública — As Características Ideais do Futuro Presidente do Brasil”, divulgada nesta quarta-feira (12) e encomendada pela RecordTV e pelo R7 ao instituto Real Time Big Data.

Em meio a escândalos de corrupção e desvios éticos, 85% dos entrevistados querem que o próximo presidente não esteja sendo investigado.

Outros 15% afirmam que o presidente pode ser investigado, porque “é normal ter processos”. A maioria (72%) também quer que o presidente tenha apoio de políticos e partidos, considerando esta uma característica importante para a governabilidade.

Divulgação

O coordenador da pesquisa, Bruno Soller, avalia que o perfil do presidente vai de acordo com a região em que o eleitor vive.

— Existe grande variação regional quanto ao perfil do presidente. Cada região projeta a figura do presidente na sua realidade. Alguns dados interessantes, como na região Sul, em que 92% da população projeta um presidente de cor branca, pois lá tem um maior contigente de brancos. Quando vai para o Nordeste, eles projetam um presidente, se possível, gordo, porque lá ganho de peso é visto como prosperidade. As regiões projetam como se veem representadas.

No Brasil, brancos são preferidos (75%), seguidos por negros (15%), pardos (4%), orientais (3%) e indígenas (3%).

No Sudeste, a preferência é por brancos (71%), negros (25%), pardos (2%), orientais (2%) e indígenas (0%), nesta ordem. A região Nordeste é mais equilibrada: brancos (63%), negros (29%), pardos (7%), indígenas (1%) e orientais (0%). No Norte, os brancos também são os preferidos, com 81%, seguidos dos negros (11%), pardos (4%), indígenas (4%) e orientais (0%). No Centro-Oeste, 75% preferem os brancos, 21% os negros, enquanto 2% preferem pardos, 2% os orientais e 0% os indígenas. No Sul, conforme mencionoou Soller, 92% preferem brancos, seguidos por negros (6%) e orientais (2%) — indígenas e pardos não chegaram a 1%.

Para os entrevistados, os assuntos que devem ser priorizados na pauta do próximo presidente são combater a corrupção (21%), recuperar a economia e gerar empregos (20%), resolver o caos da saúde (18%), resolver de uma vez por todas a questão da segurança pública (17%), revolucionar a educação (13%) e se preocupar mais com os pobres, com atenção ao desenvolvimento social (11%).

Ainda segundo Soller, os dados apontam um perfil mais conservador do eleitor brasileiro.

— O brasileiro pretende votar em um presidente que tenha alguns princípios mais conservadores. E o eleitor também se mostra conservador. Por mais que os jovens já estejam mais liberais, ainda há uma tendência mais conservadora mesmo entre eles.

 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 20,55 -2,38%

Algodão R$ 95,28 -1,05%

Boi a Vista R$ 136,00 -0,69%

Soja Disponível R$ 74,00 -1,86%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.