Gazeta Digital

Polícia investiga grupo que usou fuzis e explosivos em roubo a cooperativa

Tânia Rego/AB

Tânia Rego/AB

A Polícia Civil (PJC) realiza diligências para identificar e prender a associação criminosa responsável pelo roubo na agência Sicredi do município de Figueirópolis D'Oeste (406 km a oeste de Cuiabá), na madrugada desta sexta-feira (6).  

 

Leia também - Candidatos pagavam até 4 mil para 'tirar' carteira sem passar por testes

 

Estão mobilizadas nos trabalhos de investigação as equipes da Delegacia de Jauru, da Regional de Pontes e Lacerda e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).   

 

De acordo com informações preliminares, criminosos armados com fuzis invadiram a agência, utilizaram explosivos no local, vindo a ter acesso ao cofre central. Ao lado do cofre aberto foi encontrado dinheiro em espécie queimado.   

 

Segundo o delegado Carlos Augusto do Prado Bock, inicialmente existe suspeita que os criminosos tenham conseguido de fato subtrair valores do estabelecimento, no entanto, não é possível (neste momento) precisar a quantia.   

 

Conforme levantamento inicial, os criminosos efetuaram disparos de arma de fogo ao sair da agência, para realizarem a fuga, e na saída da cidade ainda incendiaram um veículo VW Gol, usado por eles durante a ação criminosa.   

 

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) realizou trabalho pericial no veículo incendiado e também na agência bancária.   

 

A Polícia Judiciária Civil investiga ainda a relação do roubo com outros furtos e tentativas ocorridos desde sábado (1) em agências da região, nas cidades de Jauru, Rio Branco e Mirassol D'Oeste.   


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: http://www.gazetadigital.com.br