Gazeta Digital

No clima da folia, aulas ajudam a emagrecer e ensinam 'hits'

Gazeta Digital

Gazeta Digital

A menos de um mês para o Carnaval, alunos entram no clima e ensaiam "hits" que prometem marcar a festa. Em Cuiabá, as especulações não são diferentes e os ritmos que deverão fazer a folia em 2019 viram febre e agitam as academias e aulas de dança. 

 

Entre as apostas do ano está o famoso refrão do cantor Gabriel Diniz, “O nome dela é Jenifer, eu encontrei ela no Tinder” que já acumula mais de 150 milhões de visualizações no Youtube e promete fazer a festa dos foliões. 

 

Gazeta Digital

Aula de dança

 

A procura por aulas que misturam ritmos o de “Jenifer”, axé, funk, swingueira, samba, pop e zumba duplicam nesta época do ano. Movimentação que é perceptível para a proprietária da academia de dança Bem Estar, Estela Ferreira dos Santos, 41. “No carnaval a procura pela academia e pelas aulas aumentam muito e esses hits do momento são as pedidas”, confirma.

 

Entrando nessa agitação, o #GD acompanhou os ensaios das músicas que prometem fazer parte do enredo com a professora e coreografa Edlaine Santos, 24. Ela conta que sempre busca ficar por dentro das canções que estão em alta para atender aos pedidos das alunas. “Geralmente elas pedem o que está sendo mais tocado, mas como a gente está sempre ‘ligado’ nas musicas para poder montar novas coreografias, a gente acaba ficando por dentro também”, comenta. 

 

Veja o passo a passo da coreografia de "Jenifer":

 

Gazeta Digital

Aula de dança

 

A aluna Deiselly Nascimento, 21, conta que as aulas são fundamentais para se preparar para a festa e aprender as coreografias que serão sucesso no carnaval. “As aulas ajudam a aprender os ritmos e a ficar bem preparada para não fazer feio na hora da ‘dancinha’ no carnaval”, brinca.

 

Entre uma música e outra, os passos são repassados e as aulas seguem um ritmo animado. A todo o momento a instrutora motiva a turma com frases “bora pra cima” ou “animação, quero ver todo mundo sorrindo”.

 

Cynthia Natalis Machado, 24, comenta com entusiasmo que as atividades na academia ajudaram a “quebrar o gelo” com a timidez. “Eu sou uma pessoa meio vergonhosa então eu acho que tem me ajudado muito a desenvolver e melhorar esse meu lado na dança para passar menos vergonha”, explica.

 

Gazeta Digital

Aula de dança

 

Apesar dos ritmos eufóricos, estar preparado para folia vai muito além do que estar com a coreografia na ponta do pé, exige preparo físico também. Benefícios que para a dona de casa, Ozeni Leandro da Silva, 42, já são notáveis após 2 anos na prática da atividade.

 

“Minha saúde melhorou bastante depois que comecei a dançar, eu pesava 80 kg, hoje estou 62kg. Levo a dança como um hobby, e eu amo. E hoje, a minha expectativa para o carnaval é estar no bloco dançando com as meninas aqui da academia”, conclui.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: http://www.gazetadigital.com.br