Gazeta Digital

Presidente interina da AL admite ser espólio político da 'era Riva' em MT

João Vieira

João Vieira

A presidente interina da Assembleia Legislativa (ALMT), Janaina Riva (PSD) admitiu representar o 'espólio político' do seu pai, o ex-deputado estadual José Riva.

 

Leia também - 'Quero retomar a minha vida', diz Silval sobre liberdade

 

A parlamentar que sempre rebateu às críticas por ser filha de um dos políticos mais processados do país, reconhece que em sua primeira eleição, conseguiu êxito eleitoral por conta do apoio que recebeu dos seguidores de Riva.

"Porque por trás dessa 'era Riva' que eles falam, tem muitos vereadores, apoiadores, prefeitos. São pessoas que tem uma ligação muito forte com a gente", disse logo após a assumir a presidência, onde permanecerá por 4 meses até o retorno do deputado Eduardo Botelho (DEM).

 

Janaina diz que que a "nova era Riva" será totalmente diferente a do seu pai, que se envolveu em inúmeros escândalos que se transformaram em processos que ele responde até hoje.

A deputada diz que a sua forma de fazer política é diferente e que por isso, alguns aliados do seu pai, não endossaram a sua campanha.

 

"Inclusive, alguns hoje que vejo apoiando outros parlamentares porque o meu jeito é muito diferente do meu pai, e isso é natural que aconteça. Mas não deixa de ter uma relação de amizade envolvida aí nisso tudo", explica.

Apesar do sobroneme e do espólio polítivo herdado, a presidente interina da AL diz que vive um mandato e um parlamento dos "novos tempos".

 

"A readequação que tem que ser feita, hoje o trabalho é muito mais dinâmico e muito mais carente, vamos dizer assim, de estrutura estatal principalmente. Antes você tinha um Estado que apagava até folha de pagamento de prefeitura. Agora é diferente, agora é o município que está arcando com o ônus que é do Estado. Então realmente é uma nova era aqui na Assembleia”, finaliza.

Apoio familiar

 

Janaina Riva também relata o apoio familíar que recebe durante os seus quase 5 anos de deputada. Ela diz que sem uma base familiar forte é nencessária para enfrentar uma mandato de deputada.

"Muitas vezes nós sofremos críticas que eu sei que dói muito mais para a família, do que pra mim. Eu sei porque eu escolhi viver isso, mas sua família não escolhe viver. E eu passei isso com o meu pai e hoje eu sei que minha família passa muito mais do eu mesmo, quando vem as críticas", pontua.

 

Prefeitura de Cuiabá

 

Cotada como um dos nomes do MDB para disputar a prefeitura de Cuiabá de 2020, Janaina Riva diz que não existe nenhuma articulação para que ela viabilize o nome para o pleito.

"O que existe é uma articulação para se montar um time de vereadores do MDB, que eu acho que é a nossa prioridade. E um prefeito em mandato dentro do partido que tem a prioridade da disputa para a sua reeleição. Agora, da minha parte essa articulação para a prefeitura não existe", garante.

 

"Eu gostaria de continuar no âmbito estadual. Agora é claro que como eu disse agora a pouco, política é dinâmica. Pode mudar. Mas se depender de mim eu gostaria de continuar deputada", finaliza.


Fonte: Gazeta Digital

Visite o website: http://www.gazetadigital.com.br