Cuiabá, Quarta-feira 17/10/2018

Gastronomia - A | + A

14.12.2017 | 10h05

Bonanza Food Park reúne comida, bebida, diversão e arte

Facebook Print google plus

Grande sucesso nacional, a música “Comida”, do Titãs, cuja letra diz: “a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão e arte...” pode muito bem ser usada para definir um pouco o espírito do mais novo food park de Cuiabá, o Bonanza, aberto no último dia 7, na avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), uma das mais movimentadas da cidade.

 

Otmar de Oliveira
 

Praça de alimentação do Bonanza Food Park

Lá, é possível encontrar comida, bebida, diversão e arte, tudo num só lugar. Com uma área de 9.300 m2, sendo 3.000 m2 só na praça de alimentação, o empreendimento, assinado pelos irmãos Shebly e Michel Gho, reúne inúmeras atrações e está aberto a todos os públicos, de idade, gostos e bolsos os mais diferentes.

São mais de 20 opções de comida, que vão desde batata recheada, sucos, comida saudável, crepe, churrasco grego, pastel, frango frito, lanches de rua, comida regional, cochinha, cachorro quente, espetinho, petiscos, comida árabe, hambúrguer gourmet, massas, steak, pizza, sorvete e açaí.

 

Otmar de Oliveira
 

Os tradicionais espetinhos também não faltam

Shebly reforça: “os mais exigentes que querem uma carne nobre, encontra stakes de Angus. Quem não abre mão de comida regional, também encontra aqui”.

Ele acrescentam que existem ainda 4 espaços a serem comercializados e que têm interesse em ideias diferentes como comida vegana e mexicana, por exemplo.

Um detalhe interessante é que todos os empreendimentos gastronômicos são exclusivos do Bonanza, menos a sorveteria que é franquia, sendo que é a primeira unidade da marca em Mato Grosso.

 

Otmar de Oliveira
 

Lanche para quem não abre mão de sanduíche

O lugar conta com 3 bares, um no mezanino, com capacidade para 120 pessoas, outro no térreo, incluindo 2 áreas climatizadas com espaço para 30 pessoas. Esses espaços podem ser fechados para eventos. A grande diversidade de bebidas inclui também chopp artesanal.

Além da praça de alimentação, o Bonanza, cujo nome tem um sentido positivo em vários idiomas remete a fartura, prosperidade, calmaria, lugar de coisas boas, conta com um grande play e brinquedos que chamam atenção não só dos pequenos, mas tambem de muito adulto.

 

Otmar de Oliveira
 

Vila cenográfica no play, chama atenção da garotada

Um destaque é o bate-bate, além de brinquedos lúdicos e da vila cenográfica, em que as crianças pode deixar a imaginação fluir em cenários que remetem a um mercado, salão de beleza, posto de gasolina. O lugar tem ainda a clássica piscina de bolinha.

Ainda na esfera da diversão e arte, o Bonanza oferece música ao vivo quase todos os dias (é cobrado um couvert simbólico de R$ 1,50).

Para quem gosta de arte urbana, pelas paredes dos containers estão os grafites de Adão Babu 78.
Shebly e Michel contam que trouxeram essa cultura de Santiago, do Chile, onde moraram vários anos.

“Lá, esta é uma tendência muito forte, em quase todos os prédios tem grafites. O próprio uso de containers em edificações lá é comum há muito tempo”, dizem.

 

Otmar de Oliveira
 

Comida regional, maria isabel, feijão empanado, farofa de banana e vinagrete

Em termos de estrutura, o food park conta com estacionamento para 300 vagas, dois conjuntos de banheiros, acessibilidade para portadores de necessidades especiais (PNE).

Neste período de chuvas, a praça de alimentação conta com tendas, instaladas com pé direito alto para manter a temperatura agradável.

“Quando as chuvas cessarem, as tendas serão retiradas para que as pessoas possam curtir o céu”, avisa Michel. O paisagismo é outra inovação e diferencial do Bonanza Food Park.

 

Otmar de Oliveira
 

Steak Picanha Angus, batata rústica e polenta frita

Entre as novidades previstas, os irmãos avaliam incluir um espaço para sinuca e abrir o food park também durante o dia aos sábados e domingos, no horário de almoço. Hoje, o horário de funcionamento é a partir das 18 horas.

Com todos esses serviços, novidades e inovações, o lugar foi muito bem recebido pelo público, composto em grande parte por famílias. “Os pais ficam muito tranquilos vendo os filhos brincar no play”, constatam justificando a preferência dos clientes.

Michel acrescenta que os food parks são modelos de empreendimentos sustentáveis do futuro, porque possuem baixo custo operacional com uma oferta de serviços muito boa para os clientes.

 

 

 

 

 

 

Página semanal com atualização às quintas-feiras 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Na França, quem assoviar para mulher na rua pode ser multado

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 17/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 26,45 -1,31%

Algodão R$ 118,37 -0,22%

Boi a Vista R$ 131,00 0,00%

Soja Disponível R$ 75,70 0,80%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.